Saúde

Padaria na Ponta Verde é interditada após Vigilância encontrar produtos estragados

Secom Maceió | 16/08/21 - 12h29 - Atualizado em 16/08/21 - 13h52
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias | Foto: Cortesia / Vigilância Sanitária de Maceió

Uma padaria, na Ponta Verde, em Maceió, foi interditada, neste fim de semana, pela Vigilância Sanitária de Maceió por descumprimento às normas sanitárias. Durante as fiscalizações a outros estabelecimentos comerciais na parte alta da cidade, o órgão também retirou de circulação 1.360kg de alimentos impróprios para consumo humano. Os produtos foram apreendidos no último sábado (14), quando foram recolhidos 910kg de alimentos como presunto, calabresa, salsicha e linguiça, além de 450kg de queijos.

A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias, como mofo nos espaços, equipamentos em condições precárias e má conservação dos produtos. O local também estava sem alvará de funcionamento. O estabelecimento foi notificado, autuado e poderá receber multa que varia de R$ 180,00 a R$ 19 mil. O valor é estabelecido conforme a gravidade das infrações cometidas.

A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias (Foto: Cortesia / Vigilância Sanitária de Maceió )
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias (Foto: Cortesia / Vigilância Sanitária de Maceió )
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias
A padaria, localizada na Ponta Verde, apresentou sérias irregularidades sanitárias (Foto: Cortesia / Vigilância Sanitária de Maceió )

O coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos, ressalta a importância que o trabalho desenvolvido pelo órgão ocupa na vida do maceioense. “É incrível a quantidade de estabelecimentos que estamos encontrando com inadequações em Maceió. São muitos os locais insalubres que, há muito tempo, vinham funcionando normalmente e isso não pode continuar, pois afeta diretamente a saúde da nossa população”, destacou Airton.

Disque Denúncia

Para contribuir com as fiscalizações, a Vigilância Sanitária também conta com um Disque denúncia, que funciona no 3312-5495. Pelo telefone, maceioenses podem solicitar inspeção de estabelecimentos irregulares no município.