Maceió

"Parque Sustentável" é inaugurado na orla de Maceió

21/07/17 - 10h49
Secom Maceió

Foi inaugurado na manhã desta sexta-feira (21), o primeiro Parque Sustentável de Maceió, situado na orla de Pajuçara. O novo espaço de lazer segue uma tendência nacional em relação à utilização de materiais ecologicamente corretos e sustentáveis em espaços públicos de lazer e convívio social. O prefeito Rui Palmeira (PSDB), participou da solenidade, juntamente com outras autoridades.

“Este é o primeiro parque, mas nós estamos buscando mais parcerias para levar espaços equipados também a outras áreas da cidade”, disse Rui, durante entrevista. “O Adote uma Área Pública é um projeto que deu certo, são muitos os espaços que foram entregues por meio dessa iniciativa, além das multas ambientais que são revertidas em áreas de lazer para beneficiar a população”, afirmou o prefeito.                       

Com brinquedos esculpidos em madeiras de eucalipto e pinus, tratadas e provenientes de reflorestamento, o espaço infantil com mais de 400 metros de extensão foi viabilizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds), por meio do projeto Adote uma Área Pública. A adoção do local foi feita pelo Restaurante Parmegianno, sendo estruturado em parceria com a empresa Amaru Sustentabilidade.

O gestor da Semds, Gustavo Accioli, ressaltou a importância da iniciativa para levar mais espaços de lazer para a população. “Com a iniciativa, mesmo com a crise, nós conseguimos construir e dotar espaços de lazer para a população. O parque agora é mais uma área de lazer onde as famílias poderão trazer suas crianças”, disse, acrescentando que as empresas interessadas em adotar uma área devem procurar a Secretaria. “A empresa pode procurar a Semds indicando a área de interesse. Nós iremos desenvolver o projeto, primando pela qualidade e uso de materiais sustentáveis”, explicou.

A madeira proveniente do reflorestamento contribui com a redução da pressão sobre as matas nativas, ajuda a retirar o dióxido de carbono da atmosfera e, com grande potencial ambiental, também minimiza o efeito estufa. Apesar de o material ser suscetível à deterioração pelo fator natural e orgânico, os eucaliptos e pinus que deram forma às gangorras, balanços, cavaletes, estações de playgrounds e outros brinquedos são tratados e oferecem condições plenas para que o Parque alcance um longo tempo de vida útil, superior a 10 anos, com segurança, beleza e sustentabilidade, tanto no contexto ambiental quanto econômico.