Polícia

Pássaros viajam mais de 2 mil km de SP a AL dentro de caixas e cinco são presos por crime ambiental

Com assessoria PRF | 10/05/19 - 06h50 - Atualizado em 10/05/19 - 07h06
Pássaros viajaram mais de 2 mil quilômetros até Alagoas

Cinco homens foram presos em São Miguel dos Campos, nessa quinta (10), quando transportavam 49 pássaros vivos e dois mortos. As aves haviam sido adquiridas em São Paulo, na cidade de Pontal, e viajaram nessas condições dentro de nove caixas pequenas de madeira por mais de 2 mil quilômetros até Alagoas. O destino dos animais era o município de Colônia Leopoldina.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, que realizou a prisão, o flagrante ocorreu na BR-424, no final da manhã. O grupo estava em um Renault/ Clio, cor cinza, e placa de Pontal/SP. Ao abordar o veículo, os policiais logo perceberam a grande quantidade de gaiolas, com diversos passarinhos no interior do carro.

Os pássaros eram das espécies: coleira (40 deles); canário (8); trinca ferro (1), além dos dois canários mortos.

Diante do flagrante, os envolvidos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de São Miguel dos Campos onde foram autuados. Eles poderão responder pelo artigo 29 da lei de crimes ambientais: matar, perseguir, caçar, apanhar, vender espécimes da fauna silvestre, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais.