Futebol Internacional

Pato deixa o Villareal e assina com time chinês

30/01/17 - 13h28 - Atualizado em 30/01/17 - 13h45

O futuro de Alexandre Pato é realmente no futebol chinês. No último domingo o Tianjin Quanjian confirmou a contratação do atacante por três temporadas e ainda mandou uma bolada de dinheiro para o Villareal, agora seu ex-clube. O jogador de 27 anos já viajou para Roma, na Itália, onde o clube asiático faz a sua pré-temporada para disputar a elite do Campeonato Chinês pela primeira vez.

Quem deve torcer a cara é o torcedor do Corinthians quando vir os valores da transação: a diretoria chinesa pagará aproximadamente R$ 60 milhões pelo atacante, exatos 18 milhões de euros. O Timão vendeu o jogador para o Villareal por R$ 10,1 milhões, além de ter comprado-o do Milan por R$ 40 milhões. Ou seja, o clube do Parque São Jorge saiu no ‘prejuízo’.

O Tiajin foi o clube comandado por Vanderlei Luxemburgo, mas que acabou substituído por Fábio Cannavaro na última temporada. O novo treinador conseguiu o tão sonhado acesso a primeira divisão, além do título da China League One (considerada a segunda divisão). Além disso, o elenco contava com brasileiros como Jadson, Luís Fabiano e Geuvânio, mas apenas o último permanecerá.

Alexandre Pato chegaria justamente para suprir a saída de Luís Fabiano, que ainda tenta sua rescisão amigável e para voltar ao Brasil. O jogador está muito próximo de assinar com o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, mas também é esperado na Ponte Preta, em Campinas. Já seu companheiro Jadson está certo com o Corinthians, mas ainda acerta bases salariais e premiações para assinar o contrato.

Assim que a notícia saiu, torcedores do Corinthians invadiram os comentários nas redes sociais de Alexandre Pato. Há pouco menos de um mês o jogador deu uma entrevista dizendo que estava feliz no Villareal e que seu sonho era voltar para a Europa e Seleção Brasileira. Mas a felicidade parece não ter durado muito tempo, já que os altos salários na China o tiraram da Espanha rapidamente.