Polícia

PB: dupla é detida após tentar recrutar menor para ataque em escola

Com agências | 24/05/19 - 12h09 - Atualizado em 24/05/19 - 12h14
Reprodução

Um jovem de 19 anos e um adolescente de 15 foram detidos pela polícia na noite desta quinta-feira (23) suspeitos de tentar aliciar um menor de idade para praticar um ataque em uma escola de Campina Grande. 

De acordo com a Polícia Militar, o adolescente teria se negado a participar da ação e foi ameaçado de morte pela dupla. Após a ameaça, ele entrou em contato com a PM para contar o caso. 

Segundo a vítima, de 16 anos, a dupla estuda na mesma escola da cidade e planejava o ataque à instituição. A polícia acredita que revólveres seriam utilizados na ação.

“O adolescente denunciou à PM, e nas diligências localizamos o menor e o adulto autor da ameaça”, relatou o sargento David Venceslau, da Companhia de Choque do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Os dois suspeitos foram detidos no bairro Bodocongó III. Eles foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Campina Grande, no bairro do Catolé. A Polícia Civil investiga a participação deles em outros crimes na cidade.

Outros casos

Em dois meses a Polícia Civil registrou três ameaças de ataques à escola de Campina Grande. As denúncias, que foram registradas como “brincadeiras” e investigadas pelos policiais, surgiram após o massacre realizado na escola em Suzano, São Paulo, ocorrido em março. 

Os casos são tratados como ameaças reais e os suspeitos já identificados serão responsabilizados, conforme o coordenador executivo do escritório da Associação Internacional de Combate ao Crime Cibernético em João Pessoa, tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, do Centro Integrado de Operações Policiais da Paraíba.