Polícia

Perícia Oficial identifica corpo de mulher decapitada em Rio Largo

TNH1 com Ascom Perícia Oficial | 06/08/21 - 10h49 - Atualizado em 06/08/21 - 11h18
Papiloscopistas durante coleta de digitais de corpos não identificados | Foto: Aarão José

O setor de necropapiloscopia do Instituto de Identificação de Alagoas identificou o corpo da mulher encontrada decapitada no município de Rio Largo. A informação foi confirmada pela chefia do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML de Maceió), na manhã desta sexta-feira, (06). O corpo tinha sido encontrado por populares próximo à estação de tratamento de esgoto na Mata do Rolo, na segunda-feira (02).

De acordo com o papiloscopista Alisson Veríssimo, a vítima foi identificada como Irlana Samylla Barbosa Noberto, de apenas 19 anos, natural e residente em Maceió. Após coletar as digitais do cadáver, o papiloscopista fez o confronto com o banco de dados do arquivo civil do Instituto de Identificação, onde foi localizado a carteira de identidade da vítima.

O corpo de Irlana Samylla foi encontrado sem nenhum documento, em estado de putrefação e decapitada em uma área de mata, no conjunto Jarbas Oiticica, em Rio Largo. Para recolher o corpo foi necessário acionar o Corpo de Bombeiros (CB).

Veja vídeo:

O exame de necropsia confirmou a causa da morte da vítima foi por decapitação. 

Como se passaram cinco dias do achado cadavérico, sem a procura de familiares pelo cadáver, a chefia do IML de Maceió tenta localizar algum parente da vítima para realizar a liberação dos restos mortais. A direção do órgão solicita que quem conhecer algum familiar da vítima que possuía tatuagens nas duas pernas, e nos ombros, entre em contato para informar o óbito e pedindo o comparecimento ao IML.