Maceió

Pessoas em situação de rua recebem serviços de saúde em Maceió

Secom Maceió | 19/07/19 - 16h58 - Atualizado em 19/07/19 - 16h17
Neno Canuto

Pessoas que vivem em situação de rua tiveram acesso, na tarde desta sexta-feira (19), a diversos serviços da Secretaria Municipal de Saúde durante a ação socioassistencial “Pop Rua”, que aconteceu na Praça dos Martírios, no Centro de Maceió.

Na ação, foram ofertados testes rápidos para HIV, Sífilis e as hepatites B e C, serviços odontológicos, aferição de pressão arterial e glicemia, além da distribuição de kits de higiene bucal.

Para o vice-prefeito e secretário Municipal de Assistencial Social, Marcelo Palmeira, a parceria entre  assistência social e a saúde é essencial para um melhor atendimento aos usuários. “Quando a gente tem essas ações em que a SMS está presente é certeza de sucesso, por isso a nossa solicitação, que é sempre bem atendida pelo gestor da Saúde. Essa é uma população carente, em situação de rua, e quando você traz aqui testes rápidos, aferição de pressão e outros serviços, você estimula e faz com que possam ter uma vida melhor”, destacou.

Teresa Farias é assistente social do Consultório na Rua, programa da SMS que atende a população alvo do evento, e explicou que os serviços ofertados na ação compartilhada pelo Consultório na Rua são realizados com frequência.

“No dia a dia nós já ofertamos esses cuidados de saúde de uma forma integral, agendando consultas e exames, levando-os para serem atendidos nas unidades de saúde. Mas essa ação é importante, porque é realizada de forma conjunta com outros serviços, ficando mais interessante para esse público”, pontuou a assistente social.

O evento aproveitou também para reforçar a importância da prevenção e combate às hepatites, em alusão ao Julho Amarelo, e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis. “É uma oportunidade de estar em contato com uma população com a vulnerabilidade maior, que muitas vezes não têm acesso. Aqui a gente facilita esse acesso ao teste e ao tratamento, em parceria com a equipe do Consultório na Rua, porque se alguma doença for identificada, eles passam a ser atendidos no bloco I, do PAM Salgadinho”, disse Teresa Carvalho, gerente de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais.

Além dos serviços de saúde, a ação da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) ofertou cortes de cabelo masculino e feminino, toalhas de banho, kits de higiene, lanches e informações sobre os serviços da Defensoria Pública, além do atendimento das equipes de Abordagens da Secretaria.