Maceió

Pinheiro: Defesa Civil detalha como será simulado de evacuação

Deborah Freire | 13/02/19 - 09h10 - Atualizado em 13/02/19 - 10h16
Evacuação do bairro deve seguir a direção da Avenida Fernandes Lima | Arquivo / TNH1

A possibilidade de outro tremor de terra no Pinheiro, em Maceió, semelhante ao que ocorreu em março do ano passado, ou ainda mais forte, com a existência de vítimas, mobilizou órgãos públicos das três esferas (municipal, estadual e federal), em um plano conjunto de evacuação do bairro.

Uma simulação irá ocorrer neste sábado (16), a partir das 15h, e pretende deixar os moradores da região informados e preparados sobre o que fazer e para onde ir em caso de emergência. A ação vai durar 45 minutos e, nos últimos 15 minutos, será feita a avaliação do trabalho e a orientação dos participantes para corrigir os erros. O encerramento será às 16h.

A participação da população será voluntária, e para tirar dúvidas sobre todo o plano, o TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara ouviram o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Moisés Pereira. Confira abaixo todas as informações sobre o simulado de evacuação.

Que órgãos irão participar

Defesa Civil (municipal, estadual e federal), Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), Cruz Vermelha, Corpo de Bombeiros, PM, instituições civis, dentre outros órgãos.

O que cada um vai fazer?

Todos se reúnem uma horas antes, às 14h, no centro de comando, localizado no Quartel do Exército, e de lá saem em quatro comboios. Dois seguem pela parte Sul do Pinheiro e dois pela parte Norte, fazendo uma varredura para simular a retirada de moradores de suas casas e orientá-los a seguir para os pontos seguros.

100 homens e mulheres estarão dentro do bairro, na principal praça do bairro, e se deslocam em grupos de 25 em direção aos quaro pontos de encontro, convidando os moradores, porta a porta, para participar.

Viaturas estarão circulando no bairro para mostrar que é o momento de evacuação.

Pontos de encontro

São quatro no total:

- Cepa, próximo ao ginásio e à piscina;

- Rua Clarêncio Jucá, vizinho à Hyundai,;

- Estacionamento da Casa Vieira;

- Terminal do Sanatório.

Lá, as pessoas serão recepcionadas pela Prefeitura, que faz a parte do cadastro e deslocamento, se for o caso, para abrigos pré-determinados pelo Município.

Papel da população

A Defesa Civil ressalta que é importante que a população saia espontaneamente, de forma voluntária e sozinha. A intenção é fazer com que todos saibam para onde ir em caso de emergência.

“Nós não sabemos que horas pode acontecer. O mais importante é que a população identifique os pontos seguros do bairro, o ponto mais perto de onde ela se encontra naquele momento”, explicou o coordenador.

A população deve saber que todo o direcionamento da evacuação será do centro do bairro para a extremidade. Deve-se ter como referência a Avenida Fernandes Lima, e nunca a lagoa.

Bloqueios de vias

Das 15h às 16h, todos os acessos ao Pinheiro estarão bloqueados durante a simulação. Só será permitido deixar o bairro. Esses acessos são principalmente as vias transversais à Avenida Fernandes Lima.

“Se alguém está pensando em transitar por ali, evite esse horário porque terá problemas com o trânsito”, sugere o tenente-coronel Moisés.