Alagoas

PM alagoana diagnosticada com câncer é homenageada e vídeo emociona internautas

João Victor Souza | 05/03/20 - 11h09 - Atualizado em 05/03/20 - 11h34
Reprodução

"Você não pode sofrer, não pode ficar com pena de você. Você tem que viver a vida". Foram as palavras da tenente-coronel reformada pela Polícia Militar de Alagoas, Cláudia Falcão, diagnosticada com câncer, para o momento que viveu ao lado de um grupo de crianças em uma homenagem realizada em comemoração à semana do Dia Internacional da Mulher, no Quartel do Comando Geral.

As imagens foram publicadas no Instagram da PM de Alagoas nessa quarta, (04) e comoveram internautas.

Há 13 anos na corporação, Cláudia teve que se aposentar mais cedo por causa do diagnóstico de câncer de peritôneo, que é a maior membrana do corpo e que reveste a parede abdominal e as vísceras. “Ela está se despedindo da Corporação, pois foi reformada recentemente, mas é a personificação da força, da perseverança e segue firme na luta pela saúde. E nós, na torcida! Seu exemplo motiva e serve de inspiração a todos”, informou a Polícia Militar de Alagoas na postagem do Instagram.

Veja o vídeo:

Na filmagem, Cláudia aparece surpresa, mas rapidamente entra no clima, quando canta e dança ao lado do coral infantil da Legião da Boa Vontade (LBV). Ela já aparece sem cabelo, devido ao tratamento de quimioterapia.

Ao TNH1, a tenente-coronel contou sobre a emoção na solenidade. "Me emocionou bastante. Gratidão é um sentimento profundo que adentra no seu universo e você começa a entender muita coisa. É um momento pleno", relatou.

Ainda segundo ela, a surpresa aconteceu semanas depois de ela ter sido comunicada oficialmente da "aposentadoria". "Eles me chamaram e disseram que eu ia fazer uma foto. Quando ligaram, eu estava na quimioterapia, aí acabei indo depois. Eu já estava sentada na cadeira para ser maquiada quando me puxaram dizendo que queriam me mostrar um negócio. Aí veio a surpresa, e fiquei bem emocionada".

Nas redes sociais, a resposta do público foi imediata. "Obrigada, meu Deus por me permitir assistir uma cena tão linda! Uma mulher, crianças com vozes de anjos e toda uma atmosfera de amor e paz! A emoção veio misturada com a alegria! E eu te peço humildemente meu Pai, que abençoe a todos nós e traga sempre mais Amor pras nossas vidas!!!🙏🏻❤️❤️❤️❤️", escreveu a internauta Ray Maciel. 

Já Suelen Ribeiro publicou: "Já assisti mil vezes 3 me emocionei em todas!!!! 👏👏👏👏👏 Orgulho dessa guerreira! Que exeeeemplo de amor a vida!!! Muuuito bommmm Comando!!!".

"Senti que era hora de parar"

Cláudia revelou à reportagem do TNH1 que foi diagnosticada com câncer de mama em 2015, mas após tratamento, conseguiu se recuperar. Porém, no ano passado, começou a sentir desconfortos gástricos e teve que passar a fazer quimioterapia.


(Crédito: Arquivo Pessoal)

"Eu fui diagnosticada com carcinoma peritoneal e senti que estava na hora de parar. A quimioterapia debilita muito a gente. Eu tenho 54 anos. Eu faço quimioterapia durante duas semanas e depois passo 15 dias sem fazer. Vira uma rotina".

A policial militar, agora reformada, destacou que apesar da luta diária, consegue encarar o tratamento com alegria. "O carnaval da gente foi maravilhoso. Nos fantasiamos, brincamos, foi muita alegria, tudo isso na quimioterapia, no hospital. Para qualquer situação que a gente se deparar, que tenha sofrimento, a gente tem que parar de olhar para o próprio umbigo e valorizar a vida".

(Crédito: Arquivo Pessoal)

"Peço a Deus que me dê força e coragem para não entrar em desespero. Eu sou um espírito que está ai para aprender todos os dias, em todas as situações. Eu presto mais atenção ao que penso, ao que falo, ao que ouço... Tudo é aprendizado. Um momento de oportunidade de crescimento humano".

Cláudia afirmou também que sente o dever de auxiliar as pessoas que são diagnosticadas com câncer, ou que enfrentam doenças e ficam "perdidas", sem saber o que fazer.

"Eu passei a encarar bem a doença, a aceitá-la. Você não pode sofrer, não pode ficar com pena de você. Você tem que viver a vida".