Polícia

Polícia Civil identifica autor de homicídio de 'viúva de traficante' em Arapiraca

Redação | 29/12/20 - 16h13 - Atualizado em 29/12/20 - 16h35
Cortesia

A Polícia Civil já identificou o autor do homicídio da jovem Mayara da Silva, de 24 anos. Ela foi assassinada a tiros nessa segunda-feira (28), em Arapiraca.

Em entrevista ao TNH1, o delegado Filipe Caldas, titular da Delegacia de Homicídios de Arapiraca (DHA), afirmou que a Polícia Civil realizou diligências para prender o suspeito mas não localizou o indivíduo.

"Já identificamos a autoria. Tentamos até o fim do dia de ontem prender, mas não localizamos", pontuou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, inicialmente Mayara tinha sido apontada como viúva de Fernando Coringa, morto em 2016 mas, na realidade, ela seria uma amante do traficante.

Felipe Caldas informou também que Mayara teria sido morta porque estava vendendo drogas de um outro traficante em um bairro diferente. 

"A vítima estava vendendo drogas que pertenciam a um traficante já morto. Depois da morte deste, houve uma cisão. Comparsas dele descobriram que ela estava vendendo a droga do finado. Além disso, ela estava vendendo num bairro diferente do que vendia habitualmente", esclareceu.