Polícia

Polícia identifica suspeitos de esfaquear e queimar comerciante em Coruripe

Redação TNH1 | 30/08/19 - 15h29 - Atualizado em 30/08/19 - 15h33
Arquivo Pessoal

A Polícia Civil já identificou os dois autores do crime contra o comerciante Valcir Leite Tenório, que foi esfaqueado e queimado vivo no município de Coruripe, no Litoral Sul de Alagoas, na última semana. Ele foi encontrado no dia 20 de agosto, no Povoado Pindorama, e internado no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois.

De acordo com o delegado Gustavo Pires, responsável pelo caso, a polícia deve pedir a prisão dos envolvidos à Justiça e aguardar os mandados para cumprí-los. “Na próxima semana nós vamos divulgar as imagens dos suspeitos. Não quero adiantar a motivação, pois ainda estamos finalizando essa parte das investigações, mas vamos pedir para a Justiça para que sejam expedidos mandados para realizarmos as prisões deles”, disse.

Antes de morrer, Valcir conversou rapidamente com o delegado, na UPA de Coruripe. Debilitado, ele confessou que duas pessoas tinham sido responsáveis pelo atentado. "Ele ainda estava muito desorientado. Contou uma história que não batia, pois na noite de segunda-feira, antes do crime, os vizinhos dele o viram dentro de casa em Arapiraca", destacou Pires, que também apurou as características físicas dos bandidos durante o diálogo. 

Na ocasião, a vítima também revelou que estava dirigindo seu carro, uma caminhonete S10, e passava por um quebra-mola, quando foi surpreendido pela dupla. Os criminosos o retiraram à força do veículo e começaram as agressões. Valcir contou que só recordou a memória quando estava em um canavial e já havia sido esfaqueado no pescoço, além de apresentar queimaduras no corpo. Ele conseguiu escapar e pedir ajuda a moradores da região.

No HGE, Valcir passou pelo centro cirúrgico para fazer uma drenagem de tórax e depois foi transferido para a UTI da unidade. Ele morreu no dia 22 de agosto.