Polícia

Polícia identifica suspeitos de matar jovem na frente da mãe em Rio Largo

Redação TNH1 | 17/07/19 - 14h17 - Atualizado em 17/07/19 - 14h22
Ascom PC-AL

Em menos de 24 horas após o crime, a polícia já identificou os envolvidos no assassinato de Vitor Ranielle Acioli de Melo, de 21 anos, em Rio Largo, região Metropolitana de Maceió. Ele foi morto a tiros na noite dessa terça-feira (16) na frente da mãe.

Segundo o delegado Lucimério Campos, titular da Delegacia de Homicídios da cidade, os dois suspeitos foram identificados como Elielson Firmino, de 31 anos, conhecido como “Écio”, e Eduardo, de idade e sobrenome não revelados.

Campos informou à reportagem que a motivação do crime teria sido uma disputa pelo comando do tráfico de drogas na região. Vitor Ranielle, que era chamado de Acioli no mundo do crime, comandava a facção na Vila Betel. Já Écio é líder do tráfico na Grota do Biquinha.

“O Acioli e o Écio eram rivais, os cabeças de cada facção. E o Eduardo é integrante do grupo do Écio. O Écio já foi duas vezes preso, tinha mandado de prisão em aberto, a polícia já estava na cola dele, é um dos mais procurados. Já o Eduardo foi preso uma vez por tráfico”, disse.

O crime

Dois homens armados assassinaram Vitor Ranielle Acioli de Melo a tiros na porta de casa, no bairro de Mata do Rolo, em Rio Largo. O jovem tinha 21 anos e foi morto na frente da mãe. Ela contou, em depoimento, que os atiradores chegaram na sua casa e logo dispararam contra Vitor.

Ao menos onze disparos atingiram a vítima na cabeça, peito, costas e pernas. Cápsulas de pistola ponto 380 foram encontradas no local. Vitor não tinha passagem pela polícia e os atiradores fugiram em um carro modelo Gol, de cor cinza. 

Denúncias que apontem o paradeiro dos atiradores podem ser feitas pelo telefone 181.