Polícia

Polícia intima sete pessoas para esclarecimentos sobre festa clandestina no Francês

Organizador da festa clandestina já foi identificado e a lista de intimados pela polícia conta também com nomes de fornecedores

Eberth Lins | 22/07/21 - 10h34 - Atualizado em 22/07/21 - 10h49
Evento reuniu jovens de vários estados do Nordeste | Foto: Reprodução

A festa que reuniu dezenas de jovens na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, segue repercutindo e parece ter alertado as autoridades para os eventos privados clandestinos realizados no estado. Responsável pelo inquérito que apura o caso, a delegada Ana Luiza Nogueira informou que sete pessoas foram intimadas para prestar esclarecimentos, a partir desta sexta-feira (23). 

Delegada responsável pelas investigações, Ana Luíza Nogueira. Foto: Repordução / TV Pajuçara 

"O organizador do evento já foi identificado e intimado, mas a lista conta também com outros nomes, a exemplo de fornecedores. Nós queremos saber se há outras pessoas envolvidas na organização. Passado o período de apuração, os responsáveis podem responder pelo crime de exposição da vida ou da saúde a perigo direto ou iminente por causa da pandemia, e também e por infringir a determinação do poder público, que visa impedir a introdução ou propagação de doenças", adiantou a delegada.

 "Sabemos que houve infração clara dos protocolos e outras pessoas devem ser intimadas ainda nesta semana. Nosso intuito é concluir o inquérito em 30 dias e enviar logo ao Poder Judiciário", acrescentou. A nomeação da delegada para apurar o caso foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado (DOE).

Alvo da investigação, a festa durou dois dias e reuniu jovens de várias partes do Nordeste. Segundo apuração do TNH1, o evento foi sigilosamente organizado em um grupo de Whatsapp e a divulgação do local para os participantes só aconteceu no dia para evitar que vazasse e a festa fosse cancelado pela polícia.

As imagens da festa, no entanto, foram divulgadas por participantes e logo viralizaram nas redes sociais. Nas fotos e vídeos é possível constatar o descumprimento dos protocolos para proliferação da Covid-19.

Veja vídeo:

Eventos estão liberados com ressalvas

Atualmente, Alagoas está na fase laranja do Plano Estadual de Distanciamento Social Controlado e já permite a realização de eventos. Esses, entretanto, não podem cobrar ingressos e têm limite de 100 pessoas, quando realizados ao  ao ar livre  e de 50 pessoas em locais fechados, desde que observadas as regras de distanciamento e uso de máscaras de proteção para evitar o contágio pela Covid-19.