Maceió

Polícia investiga jovens que aparecem em vídeo agredindo moradores de rua

Eberth Lins com TV Pajuçara | 13/02/20 - 10h49 - Atualizado em 13/02/20 - 11h19

Os jovens que aparecem em vídeos nas redes sociais intimidando e agredindo pessoas em situação de rua estão sendo investigados e devem responder criminalmente pela ação. A denúncia foi feita, nessa quarta-feira (12), pela Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas (OAB/AL), por meio da Comissão de Direitos Humanos (CDH), que está acompanhando o caso.

Em entrevista à TV Pajuçara, o vice-presidente da CDH, Daniel Gueiros, disse que os vídeos e a identificação de um suspeito já foram entregues à Polícia Civil. “Tivemos conhecimento dos vídeos e fizemos a comunicação para que esses jovens sejam investigados e respondam criminalmente”, disse Daniel. 

O representante da comissão classificou as imagens como sendo “chocantes e de conteúdo delicado”. “Trata-se de um fato socialmente hediondo e que choca muito. Este caso serve de alerta para reiterar a importância dos cuidados com a população em situação de rua”, acrescentou.

Nos vídeos, que foram postados numa lista de “melhores amigos” de uma rede social e depois viralizaram em um aplicativo de conversas, é possível ouvir que os jovens se identificam como policiais durante as abordagens. Os vídeos retratam agressões e situações de constrangimentos, a exemplo de um morador de rua que é obrigado pelo grupo a tirar a roupa.

“A tipificação do crime vai caber à Polícia Civil e ao Ministério Público, mas podemos listar constrangimento ilegal e lesão corporal na modalidade dolosa”, pontuou Daniel Gueiros.

Denúncias de casos como este devem ser encaminhadas à Comissão de Direitos Humanos da OAB/AL, no prédio que fica no Centro de Maceió, e também na Polícia Civil.

Assista à reportagem da TV Pajuçara: