Polícia

Polícia Militar diz que reagiu a agressão de torcedores do CSA

Dayane Laet | 22/04/19 - 10h19 - Atualizado em 22/04/19 - 10h35
Reprodução / Vídeo

A Polícia Militar de Alagoas disse que reagiu a agressão de torcedores do CSA, ao disparar balas de borracha e usar spray de pimenta contra o grupo reunido na Avenida Doutor Antônio Gomes de Barros, antiga Amélia Rosa, bairro da Jatiúca, em Maceió, na noite desse domingo (21).

Os torcedores comemoravam o título do Campeonato Alagoano e alegaram truculência na ação dos policiais. Por meio de nota, a corporação disse que "agiu dentro da legalidade após ter sido agredida por alguns torcedores".

"Conforme foi registrado no Boletim de Ocorrência, foi solicitado que desligassem o som e houve revolta por parte de torcedores, que jogaram pedras, garrafas e outros objetos nos policiais, causando o tumulto”, afirma a nota.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, torcedores gritam para os policiais que as bombas de efeito moral e tiros de borracha poderiam ferir crianças, que acompanhavam os pais nas comemorações.

A PM-AL ainda informou que “foi necessário utilizar os meios necessários para dispersar, conter e resguardar os que estavam no local”.