Polícia

Policial Civil e prestador de serviços são presos tentando entrar em presídio com maconha e celular

Ascom Seris | 04/06/21 - 16h43 - Atualizado em 05/06/21 - 10h19
Divulgação / Seris

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou que um policial civil e um prestador de serviço do sistema prisional alagoano foram presos, na tarde desta sexta-feira (04), suspeitos de tentar entregar droga e aparelho de telefone celular a reeducando que se encontrar recluso em unidade do complexo penitenciário, em Maceió.

Ambos foram detidos, no complexo penitenciário, pela Polícia Penal após denúncia anônima que resultou em trabalho de investigação do Serviço de inteligência do Estado Maior Geral e do BPRv.

A abordagem ao veículo do policial civil – com quem foi encontrado o celular e as 500 gramas de maconha prensada – contou com o apoio de policiais civis da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e da Delegacia de Narcóticos (Dnarc).


Foto: Divulgação / Seris

Já o prestador de serviço, conforme a investigação, pretendia atuar como um facilitador. Ele estava de serviço no Centro de Telepresença quando lhe foi dada voz de prisão. Em ambos os casos, Seris e Polícia Civil irão abrir processos administrativos disciplinares (PADs) contra os suspeitos.

Ambos foram conduzidos até a Dnarc, no bairro de Bebedouro, onde prestam depoimento à autoridade policial competente.