Maceió

Prédio histórico com risco de desabamento em Bebedouro será demolido neste sábado

Secom Maceió | 27/11/21 - 08h23 - Atualizado em 27/11/21 - 11h59
Prédio encontra-se descaracterizado | Foto: Defesa Civil de Maceió

A Defesa Civil de Maceió e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) autorizaram a demolição de um prédio que apresenta danos estruturais e risco iminente de desabamento em Bebedouro.

A edificação fica próxima à Praça Coronel Lucena Maranhão, em Bebedouro, será demolido de forma emergencial neste sábado (26). A ação deverá acontecer das 14h às 18h e atende ao Termo de Cooperação Técnica 03 será desempenhada por técnicos contratados pela Braskem, empresa apontada pelo Serviço Geológico do Brasil como sendo a causadora do afundamento do solo por conta da exploração indiscriminada de sal-gema.

De acordo com a coordenadora do Centro Integrado de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cimadec), Joanna Borba, a decisão pela demolição do prédio se deu pelo risco iminente de desabamento da estrutura sobre as ruas Doutor Antônio Nunes Leite e Avenida Major Cícero de Góes Monteiro.

“Técnicos responsáveis pelo monitoramento das estruturas nos bairros afetados pelo afundamento do solo identificaram o risco de colapso desse prédio e a Defesa Civil de Maceió constatou esse risco numa vistoria posterior, por isso recomendamos a demolição, que deverá ser realizada pela empresa”, explicou Borba.

Para que a demolição ocorra em segurança, o trânsito no local será desviado pelas Ruas João Leite Sobrinho e Rua Pedro Beltrão que ligarão a Avenida Major Cícero de Góes Monteiro e a Ladeira do Calmon (Rua Doutor Passos de Miranda). Veja como funcionará no mapa a seguir: