Maceió

Presidente do COB recebe título de cidadão honorário de Maceió

TNH1 | 30/08/21 - 16h43 - Atualizado em 30/08/21 - 17h39
Fotos: Márcio Mrotzeck

Nesta segunda-feira, 30, em solenidade especial, a Câmara Municipal de Maceió realizou - em formato híbrido e com número limitado de convidados - a entrega de Placa de Cidadão Honorário, aprovada por unanimidade, a Paulo Wanderley, presidente do COB - Comitê Olímpico Brasileiro, residente da capital alagoana há mais de 5 anos. A homenagem é de autoria do vereador Eduardo Canuto, do Podemos. 

Paulo Wanderley foi técnico de judô da Seleção Brasileira em todos os torneios internacionais de 1991 a 1993, e suas atividades ligadas ao judô ramificaram até 2017, atuando em competições nacionais e mundiais. Wanderley presidiu diversos cargos esportivos de entidades no Brasil. Em outubro do ano passado, foi reeleito para comandar o COB, onde permanecerá no cargo até 2024.⠀

"Esse momento de olimpíada, os resultados do Brasil, também das paraolimpíadas, foi propício para esta homenagem. Acompanhamos o desempenho do Brasil em todas as competições, e apesar de o ciclo ter sido prejudicado por conta da pandemia, o Brasil bateu a meta de 2024. E o Paulo, que fixou residencia em Alagoas, possibilita novos projetos, descoberta de novos talentos, e quem sabe nos próximos ciclos olímpicos tenhamos mais alagoanos participando", comemorou Canuto.  A sessão foi presidida pelo vereador Galba Neto (MDB).

O homenageado - Paulo Wanderley Teixeira, natural do Rio Grande do Norte, 70 anos, casado com a alagoana Adeilda Leite, escolheu morar em Maceió desde 2012, terra, também, de sua família materna. Em 1972, se graduou em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo e a partir daí, dedicou toda sua carreira e vida ao esporte, assumindo diversos cargos. 

À frente do COB, adotou uma nova gestão com realizações como: 

  •  - Reforma do Estatuto Social do COB ampliando a participação de Atletas na Assembleia de 1 (um) para 19 (dezenove);
  • - Criação do Conselho de Administração com a participação de dois representantes dos Atletas; - Criação do Conselho de Ética do COB e dos Comitês de Integridade e de Conformidade;
  • - Criação da Gerência de Conformidade (Compliance Officer) e do Canal de Ouvidoria; - Criação da Gerência de Educação e Prevenção do Doping com a respectiva Política de Combate ao Doping;
  • - Criação e implantação da política de prevenção e enfrentamento ao assédio moral e sexual e ao abuso sexual no COB
  • - Adesão ao Rating Integra; - Ampliação do Transforma, Programa Socioeducativo e Esportivo do COB
  • - Realização do 1º Congresso Olímpico Brasileiro; - Fortalecimento do Instituto Olímpico Brasileiro – IOB, através do aumento expressivo dos cursos de capacitação profissional voltados a atletas, treinadores, árbitros e gestores
  • - Assinatura do termo de compromisso “Esporte pela Ação Climática” da ONU em parceria com o COI (o COB foi o primeiro Comitê Olímpico das Américas e o segundo do mundo, ao lado da Espanha, a assinar esse termo)

Veja mais imagens da solenidade