Polícia

Preso em Alagoas suspeito de roubar R$ 110 milhões em barras de ouro em aeroporto de São Paulo

TNH1 com Ascom PF | 08/09/21 - 11h06 - Atualizado em 08/09/21 - 11h28
Imagens mostram criminosos roubando carga com ouro de dentro do aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), em julho de 2019 | Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (08), foi preso em Alagoas pela Polícia Federal (PF), no Povoado Tapera, na Zona Rural de Anadia, um dos criminosos mais procurados pela Justiça paulista, suspeito de crimes como o roubo de 700 kg de ouro em um aeroporto de São Paulo, em um valor estimado de R$ 110 milhões. De acordo com a PF, além do roubo de 700 quilos de ouro do Aeroporto Internacional André Franco Montoro, ocorrido no terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos, em julho de 2019, o preso responde por dois crimes de tráfico internacional de entorpecentes.

Preso trabalhava como auxiliar de rampa no aeroporto, segundo a PF. Foto: Cortesia PF

Ainda segundo a PF, o homem ordenava malas nas esteiras do Aeroporto de Guarulhos, trabalhando como auxiliar de rampa por uma empresa especializada em serviços de apoio ao transporte aéreo e tinha credencial de acesso ao aeroporto válida até 31 de dezembro de 2021. Após serem cumpridos os mandados judiciais e informada a captura, o preso foi submetido a exame de corpo de delito e encaminhado para o Presídio do Agreste em Girau do Ponciano/AL, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A prisão aconteceu por meio de uma ação conjunta com o Núcleo de Gestão da Informação do Ministério Público de Alagoas – NGI/MPAL e com o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Alagoas -  Bope/PMAL, que cumpriram duas ordens judiciais, sendo um Mandado de Busca e Apreensão expedido pela 17ª Vara Criminal de Maceió, e dois Mandados de Prisão Preventiva expedidos pela 2ª Vara Federal de Guarulhos/SP.