Polícia

Preso funcionário de empresa de cartões de crédito suspeito de aplicar golpes

Com PC/AL | 15/08/19 - 11h05 - Atualizado em 15/08/19 - 12h03
PC/AL

Um homem suspeito de estelionato foi preso na manhã desta quinta (15) por agentes do 17º Distrito Policial de Marechal Deodoro, e é acusado de gerar um prejuízo superior a R$ 50 mil só a uma das vítimas, e superior a R$ 300 mil no total. Janailson Humberto Silva, de 27 anos, foi detido em flagrante.

De acordo com o delegado Leonam Pinheiro, Janailson era funcionário de uma empresa de cartões de crédito. Ele cadastrava as vítimas e permanecia com as senhas, além de um clone do cartão, de modo que, conforme as vítimas recebiam dinheiro na conta, ele se antecipava e sacava os valores. Ele também realizava empréstimos em nome dos clientes, golpes que começaram há cerca de 4 anos.

Muitas vítimas só tomaram conhecimento após terem o nome inserido no cadastro do SPC/Serasa. Na delegacia, já foram registrados mais de três boletins de ocorrência pelo estelionato e furto mediante fraude. Informalmente, ele confessou a autoria do delito, mas ainda será interrogado e em seguida encaminhado ao sistema prisional.

Em áudios divulgados pelo delegado, Janailson e uma outra funcionária de empresa discutem valores que, segundo a polícia, foram furtados dos donos dos cartões. "Em coluio com ele, ela cadastrava as vítimas e pegava para si os empréstimos", relatou Pinheiro.

Nos áudios, a mulher pede o número da conta da pessoa com quem conversa, enquanto o homem cita os valores referentes a cada vítima, ainda de acordo com o delegado. Ouça: