Polícia

Procurado por atirar em ex-namorada e matar a mãe dela já foi preso por porte ilegal de arma de fogo

Bruno Soriano | 27/10/21 - 17h27 - Atualizado em 27/10/21 - 18h51
Elvison, o "Tripinha", como é conhecido, segue procurado por atentado em cartório de Olivença

Suspeito de ferir a ex-namorada e matar a mãe dela dentro de um cartório, na cidade de Olivença, Elvison Silva Vilela Ferreira já foi preso pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ele foi flagrado por guarnição do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), no dia 11 de novembro de 2020, portando um revólver calibre 38 (foto abaixo), com seis munições intactas, no povoado Fazenda Nova, zona rural do município sertanejo.

Segundo os militares acionados à ocorrência, ele ainda tentou se desfazer da arma quando estava numa caminhonete Triton L-200 quando avistou os policiais. Após a abordagem, ele confessou ser o proprietário do revólver e acabou preso em flagrante.

Ele foi processado pelo crime, mas o Ministério Público formulou proposta de acordo de não persecução penal, homologado, curiosamente, no dia em que Elvison atirou contra Damiana Mélo, de 45 anos, e Dayrla Mélo, de 21 anos. A ex-sogra faleceu no local do crime, enquanto a ex-namorada foi socorrida ao Hospital Dr. Clodolfo Rodrigues de Melo.
Dayrla, inclusive, foi transferida, no mesmo dia, para a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, onde deu entrada em situação estável. Segundo a assessoria de comunicação da unidade de saúde, a família desautorizou a equipe de Serviço Social a fornecer o boletim médico da paciente.

Conforme o acordo de não persecução firmado junto a 3ª Vara Criminal de Santana do Ipanema, Elvison – que trabalha como motorista para a Prefeitura de Olivença e também é conhecido como Tripinha – deveria pagar, a título de prestação pecuniária, a quantia de R$ 4 mil em até oito parcelas, além de prestar serviço, pelo período de um ano, à Sociedade São Vicente de Paula, instituição que funciona em Santana do Ipanema.

Agora procurado pela polícia, Elvison já havia sido denunciado pela ex-namorada, que resolvera por um fim no relacionamento devido aos ciúmes do então companheiro. O delegado que investiga o caso, Hugo Leonardo, inclusive, gravou um vídeo, nessa terça-feira (26), afirmando garantir empenho nas buscas pelo suspeito.

“Todas as instituições que formam a Segurança Pública do Estado de Alagoas  foram acionadas. Iniciamos as investigações de imediato. Vamos dar continuidade ao inquérito, ouvindo as testemunhas e analisando os laudos periciais, para que possamos encaminhá-lo ao Ministério Público, a fim de que o autor seja punido com o rigor de lei, de modo que fatos como este não mais ocorram”, disse o delegado regional.