Maceió

Profissionais do transporte turístico fazem ato no Jaraguá com veículos estacionados

Redação TNH1 | 06/04/20 - 11h35 - Atualizado em 06/04/20 - 12h23
Reprodução

Profissionais do transporte turístico de Maceió realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira, 6, no estacionamento de Jaraguá, com o objetivo de chamar a atenção do Governo do Estado para a situação financeira de quem trabalha com vans e ônibus de Turismo na capital alagoana.

Dezenas de veículos ficaram estacionados no local e a previsão é de que a manifestação siga até as 13h de hoje. Os profissionais chegaram no estacionamento às 10h e deram início ao ato debaixo de forte chuva.

Veja vídeo:

"É um ato pacífico, queremos chamar a atenção do Governo, da Secretaria de Turismo, queremos que eles também olhem para a gente. Desde as medidas tomadas pela pandemia, seguimos sem auxílio. E o turismo movimenta boa parte da economia do Estado", afirmou Renato Amorim, um dos integrantes do movimento.

Para ele, a reivindicação busca não só um auxílio, como também uma solução para a categoria nos próximos dias que está sem usuários por conta da pandemia. "Queremos uma definição, saber como eles podem nos ajudar nesse momento de crise", reforçou.

O TNH1 entrou em contato com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur) Rafael Brito, que informou que as atividades na área do Turismo seguem autorizadas no Estado e destacou que não foi procurado pela categoria, mas se coloca à disposição para conversar.

"Eles não foram impedidos de trabalhar, o banho de mar na capital está liberado por exemplo, diferente do que está acontecendo em outros estados. Não pode é ter aglomeração. Nós estamos vivendo um momento muito delicado, entendo que o grande problema é a falta de turista, mas tudo se deve à pandemia que está afetando a economia no mundo todo", afirmou.

"Me coloco à disposição para tirar as dúvidas deles em relação ao decreto de emergência, mas reafirmo que as atividades de Turismo seguem autorizadas no Estado", acrescentou.