Polícia

Refém relata ação de assaltante em farmácia na Fernandes Lima: 'Dizia que ia jogar a arma'

Paulo Victor Malta | 19/10/21 - 10h31 - Atualizado em 19/10/21 - 11h58

Um dos clientes feitos reféns na manhã desta terça-feira, 19, durante o assalto a uma farmácia na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió, relatou como foi a ação do assaltante, que terminou se entregando e sendo preso por policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope). 

Ao TNH1, a vítima contou que chegou acompanhado da esposa na farmácia por volta das 8h15, quando estranhou o fato de não haver funcionários no estabelecimento, apenas um homem andando na parte interna. O homem era o assaltante, que sacou um revólver, rendeu o casal e levou até um escritório, onde estavam como reféns dois funcionários. 

"Ele falou bem grosso com o coordenador da farmácia, querendo ver onde estava o cofre. Quando ele saiu, a gente fechou a porta, trancou e deitou no chão. Ele e o coordenador passaram uns 15 minutos, acho que procurando o dinheiro. Daqui a pouco escutamos a gritaria da Polícia, o Bope falando que ele estava cercado. Durou uns 20 minutos de negociação até ele se entregar e a gente trancado na salinha", contou a vítima ao TNH1

"Ele dizia muito assim aos policiais: 'Senhor, eu estou sozinho, vou jogar a arma'. Mas estava demorando muito para ele fazer isso", detalhou. 

Uma equipe do Bope cercou a farmácia e negociou a rendição do assaltante. Um homem identificado como Robson, que é inspetor da Guarda Municipal de São Miguel dos Campos, também auxiliou na negociação.