Maceió

Secretário de Saúde convoca prefeitos para combater pior fase da pandemia

Assessoria | 08/03/21 - 15h45 - Atualizado em 08/03/21 - 15h53
Assessoria

O momento requer uma atenção ainda maior, o número de casos de Covid-19 está aumentando rapidamente e os leitos diminuindo. Em reunião na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), nesta segunda-feira (08), o Secretário Estadual Saúde, Alexandre Ayres, considerou esse o pior momento da pandemia contra Covid-19 e convocou os prefeitos para enfrentar juntos essa nova fase.

“Quero agradecer o desempenho e dedicação dos prefeitos e secretários de saúde dos municípios. Os resultados alcançados em 2020 e agora em 2021 são fruto do trabalho articulado, capitaneado pela AMA em parceria com Governo, que possibilitou que Alagoas, um estado pequeno, tenha uma organização capaz de apresentar resultados importantes, mas chegamos no momento que considero o mais difícil do combate a pandemia”, afirmou Ayres.

No último domingo (07), o Governador Renan Filho publicou novo decreto e estabeleceu que o Sertão e Agreste passam para a fase vermelha e todo o restante do Estado regride para a fase laranja. Essas regiões correm o risco desta segunda onda ser mais forte, principalmente pela velocidade de propagação do vírus, o que já está sendo verificado com o aumento no número de mortes.

Para o presidente da AMA, prefeito Hugo Wanderley, a missão é acelerar a vacinação. “Se o Ministério da Saúde cumprir seu cronograma, conseguiremos vacinar até abril os idosos até 65 anos. Precisamos entender que a compra de vacina pelo Governo do Estado e municípios é competência secundária. Só poderemos, caso o Governo Federal abra mão de fazer. Nesse caso, a orientação da Confederação Nacional dos Municípios é o usar os consórcios já existentes. Aqui no estado temos o Conisul, que já iniciou as tratativas para compra”, explicou Wanderley.

O secretário Alexandre Ayres reforçou que os municípios são autônomos e terão todo apoio do Estado caso queiram decretar medidas mais restritivas.