Eleições 2016

Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês

08/07/16 - 10h47 - Atualizado em 08/07/16 - 12h17
TNH1

O secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Domingos de Araújo Lima Júnior, anunciou a convocação de 200 militares da Reserva Técnica, do concurso de 2012, que deve ocorrer ainda este mês. Esses militares devem participar do esquema de segurança das eleições deste ano, junto com os 400 que já estão participando do curso de formação de Praças e Oficiais.

Os militares deverão se unir ao efetivo da ativa da Polícia Militar (PM), dos agentes da Polícia Civil (PC) e de Policiais Federais (PF) que irão participar do plano de segurança que deverá ser apresentado a Justiça Eleitoral em uma reunião que deverá ser convocada para este fim pelo presidente do órgão, o desembargador Sebastião Costa Filho.

Ainda assim, o secretário explicou que a convocação dos militares da Reserva Técnica da PM está dentro do cronograma que foi divulgado no começo do ano, onde ficou definido a convocação de 800 militares, sendo 200 em fevereiro, 200 em maio, 200 em julho e os 200 restantes em outubro.

 O secretário disse ainda que os alunos do curso de formação irão desempenhar funções de baixo risco, ficando nas funções de logística ou guarda-urna, por exemplo. “São funções da segurança, mas com risco menor. Por exemplo as urnas são passadas para a PM as 17 horas do dia anterior a eleição, assumindo assim a sua segurança até a conclusão da eleição, ou em serviços de logística do pleito”, explicou Lima Júnior.

Essa informação foi confirmada pelo secretário ao TNH1 após a conclusão de uma reunião na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Alagoas. Nessa reunião a Justiça Eleitoral definiu que os mesários que faltarem a eleição deste ano serão multados com a multa de valor máximo, ou seja, R$ 350. Além da multa, o mesário poderá perder o título de eleitor e ficar impedido de participar de concurso público no caso da reincidência e da não justificativa de ausências.

A decisão foi tomada numa reunião na sede do TRE-AL, que serviu para que magistrados e promotores apresentassem suas expectativas sobre as eleições, em outubro deste ano.

Eles demonstraram preocupações com as sanções que podem ser aplicadas aos mesários e com a segurança das eleições.

Também participaram da reunião a cúpula da Segurança Pública em Alagoas, o superintendente em exercício da Polícia Federal, André Santos Costa, o secretário de Segurança Pública, Paulo Domingos Lima Júnior, diretores da Polícia Civil e representantes do comando da Polícia Militar.

Ainda assim, na reunião de hoje não foi definido o plano de segurança para as eleições, que será elaborado em outro momento ainda a ser definido pela presidência do TRE.

Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês
Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês
Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês
Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês
Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês
Segurança Pública vai convocar 200 militares da Reserva Técnica este mês