Maceió

Sem água e comida há 20 dias, cães são resgatados em terreno em Ponta da Terra; vídeos

Redação TNH1 | 06/02/20 - 17h51 - Atualizado em 06/02/20 - 18h19
Um dos cães bebe água após ser resgatado em terreno na Ponta da Terra | Cortesia ao TNH1

Após receber denúncia de maus tratos a animais, a Comissão de Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB-AL) resgatou um casal de cães da raça Pastor Alemão, na manhã da última terça-feira (4), em um terreno no bairro da Ponta da Terra, parte baixa de Maceió. Uma unidade de Vigilância de Zoonoses de Maceió deu suporte à ação. A presidente da comissão, Rosana Jambo, afirmou que, segundo a denúncia, os cachorros estariam sem comida e bebida há pelo menos 20 dias. Veja abaixo os vídeos do resgate.

"Recebemos a denúncia de que dois cães da raça pastor alemão estariam sem água e comida há cerca de 20 dias em um terreno baldio, no bairro da Ponta da Terra. Eles estavam como cães de guarda, havia urina e fezes no local, nenhuma condição de sobrevivência. Os vizinhos davam água e alimentos por debaixo do portão, através de frestas e, por conta disso, é que eles sobreviveram. A fêmea estava desidratada e o macho desnutrido", disse Rosana Jambo ao Fique Alerta

"O crime é de maus tratos aos animais. A pena é de três meses a um ano, e multa, caso ocasione na morte do animal. Vamos encaminhar à polícia para que possa localizar o dono do terreno e responsabilizá-lo. Por enquanto, estamos com os dois animais para que possam receber assistência veterinária", completou. 

Ao TNH1, a presidente da comissão disse que os animais estão em tratamento e que já tem um laudo comprovando a desidratação, anemia e processo infeccioso avançado no macho, entre inúmeros problemas de saúde, oriundos da negligência e abandono. As enfermidades também foram detectadas em exame de hemograma.