Alagoas

Sem aulas desde março, alunos de medicina cobram definições para ensino online na Uncisal

Redação TNH1 | 27/10/20 - 18h04 - Atualizado em 27/10/20 - 18h26
Divulgação

Com a suspensão das aulas desde o mês de março, quando foi iniciado em Alagoas o Plano de Distanciamento Social por causa da pandemia de covid-19, alunos das universidades públicas ainda não sabem quando o ensino será retomado na totalidade, apesar da recente liberação por parte do governador, Renan Filho, para aulas presenciais para jovens e adultos

Embora a rotina de aulas online tenha virado realidade para muitos estudantes, na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), uma comissão de alunos denuncia que não há sequer uma data para início das aulas remotas. Um dos representantes da comissão, Helder Silva de Melo, de 32 anos, estudante do 4º ano de medicina, afirmou ao TNH1 que as aulas estão suspensas desde março e o ensino remoto não começou porque a universidade condicionou a volta ao acesso para todos os alunos.

"Inicialmente começou como uma pauta do quarto ano de Medicina, que é o último ano teórico de Medicina. Só que a partir do momento em que criou corpo, congregaram pessoas de todos os cursos da Uncisal... Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Enfermagem. A gente organizou essa comissão para que agilizassem as aulas remotas. Esse retorno foi autorizado em julho pelo Consu [Conselho Superior], só que condicionado a conseguir condições para que todos os alunos tivessem acesso a computador e internet. A Uncisal abriu um edital que possibilitou que os alunos recebessem um auxílio para pagar a internet, só que muitos alunos não têm computador em casa. Então a Uncisal disponibilizou alguns computadores, só que mesmo assim tem alunos que não têm condições de sair de casa por conta de problemas que aconteceram durante a pandemia", relatou o estudante de medicina. 

"A gente se organizou justamente para tentar sanar esse problema, fizemos uma campanha, uma vaquinha para arrecadar dinheiro para tentar comprar esses computadores. Mas o problema é que a Uncisal não finaliza o calendário de quando vão começar essas aulas. Estamos tentando pressionar a gestão para que essas aulas sejam iniciadas o mais breve possível. Estamos há sete meses parados, desde o dia 14 de março, sem perspectiva de voltar", argumentou Helder. 

A assessoria de comunicação da Uncisal disse, por meio de nota, que o retorno para as aulas, no formato remoto, está sendo discutido com os membros do Comitê de Academia, e a data para retorno do último ano teórico de cada curso depende exclusivamente da inclusão digital de todos os estudantes. A Universidade afirma que, tão logo todos os estudantes estejam com equipamentos e acesso à internet, as aulas remotas serão iniciadas. 

Leia, na íntegra:

"A Reitoria da Uncisal informa que o retorno para as aulas no formato remoto está sendo discutido com os membros do Comitê de Academia, formado por professores, estudantes e servidores técnicos da instituição. O objetivo desde o início sempre foi garantir a acessibilidade digital para TODOS os estudantes, conforme Resolução 07/2020 do Conselho Superior Universitário (CONSU), instância máxima da Uncisal.  Através do Programa de Acessibilidade Digital, foram disponibilizadas bolsas de auxílio internet a 117 estudantes. Além disso, o processo de compra dos Chromebooks está em fase de conclusão, após serem cumpridas todas as normas que regem o serviço público. 

A data para retorno do último ano teórico de cada curso depende exclusivamente da inclusão digital de TODOS os estudantes. Tão logo TODOS os estudantes estejam com equipamentos e acesso à internet as aulas remotas serão iniciadas.

A Reitoria da Uncisal informa, ainda, que o retorno do estágios acontecerá dia 9 de novembro. Nesta segunda e terça (26 e 27 de outubro) foram realizadas as entregas dos EPIs para as coordenações de curso. O repasse destes equipamentos para os alunos será realizado quinta e sexta-feira (29 e 30 de outubro)."

Aulas remotas

Outras universidades públicas em Alagoas passaram meses até mesmo sem as aulas remotas. Mas agora o ensino online já está sendo ofertado.

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por exemplo, disse que não tem previsão de retorno das aulas presenciais, e que vai depender de determinações do Ministério da Educação (MEC). A Ufal segue portaria do MEC, que autoriza aulas remotas até dezembro de 2021, e vai manter o Período Letivo Excepcional (PLE), somente com aulas remotas, até janeiro de 2021. 

Já a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) está com aulas do "Semestre Especial Virtual", que permanecerão on-line até dezembro deste ano, conforme o planejamento definido em diálogo com a comunidade acadêmica. Na Uneal, embora o último decreto autorize aulas presenciais, a recomendação é de priorizar as aulas virtuais, diante do enfrentamento da pandemia. O retorno presencial será pensado a partir de fevereiro de 202. 

No Instituto Federal de Alagoas (Ifal), o retorno começou no dia 31/08, por meio de ensino remoto emergencial. A previsão é que essas atividades sejam desenvolvidas em um período de até 50 dias, sendo acompanhadas e avaliadas quanto a sua efetividade. A partir dessa avaliação, o ensino remoto pode ser prorrogado até que se tenha condições sanitárias de retorno ao ensino presencial.