Saúde

Sem pagamento, trabalhadores suspendem atendimento em unidades de síndromes gripais 

TNH1 com TV Pajuçara | 18/03/21 - 09h57 - Atualizado em 18/03/21 - 10h52
Foto: Ascom SMS

Servidores das quatro unidades de Síndrome Gripais, da Prefeitura de Maceió, estão cobrando o pagamento de salários atrasados. Essa semana, mesmo com a explosão de novos casos da Covid em Alagoas, quem buscou uma das unidades ficou sem atendimento porque os trabalhadores suspenderam os atendimentos em forma de protesto. 

A paralisação foi na última terça-feira (16). De acordo com os funcionários, os salários estão atrasados há 17 dias e o mês de janeiro só foi pago no final de fevereiro. 


"É difícil para o servidor que precisa se locomover. Pessoas estão vindo muito doentes e não temos como dar esse atendimento enquanto Prefeitura não regularizar essa situação", disse um servidor, que pediu para não ser identificado.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que os contratos estão passando por auditoria e que  em breve a situação será normalizada.

Assista à reportagem completa, que foi ao ar no Cidade Alerta Alagoas, da TV Pajuçara: