Maceió

Serviço de demolição de prédios em risco no Pinheiro continua até 5 de maio

Redação TNH1 | 08/04/20 - 11h01 - Atualizado em 08/04/20 - 11h05
No total, serão demolidos 96 apartamentos nos quatro blocos | Foto: Marco Antonio / Secom Maceió

O processo de demolição dos blocos 7 (sete) , 8 (oito), 9 (nove) e 15 (quinze) do Conjunto Habitacional Jardim das Acácias, no bairro Pinheiro, em Maceió, todos com risco de desabamento, segundo relatório  da Defesa Civil, deve se estender até o dia 5 de maio.

Nesta quarta-feira (08), as equipes seguem trabalhando na demolição dos 24 apartamentos do bloco 8, o primeiro dos blocos, iniciada ontem (07).

De acordo com o cronograma, o processo de demolições está sendo executado de forma gradativa. O próximo bloco a ser demolido será o bloco 15, no dia 14, seguindo para o bloco 7 no dia 22 e por último o bloco 9, com previsão de início para o dia 30. Em seguida, será retirado o isolamento e concluída a limpeza dos entulhos na área.

No total, serão demolidos 96 apartamentos nos quatro blocos. No entanto, outros imóveis podem também ser condenados, a depender da evolução da evolução das fissuras na região.

Segundo a Defesa Civil, os proprietários dos apartamentos estão recebendo uma Declaração de Inabitabilidade, que traz informações oficiais sobre a demolição. A orientação para quem não recebeu o documento é que faça contato através do telefone 0800 030 6205.

As demolições estão sendo executadas por meio de um termo de cooperação entre a Prefeitura de Maceió e a empresa Braskem, tendo como base estudos do Serviço Geológico do Brasil, a CPRM, que aponta a atividade de mineração como responsável pela instabilidade no solo dos bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto.