Maceió

Setor de eventos realiza casamento simbólico para cobrar flexibilização de restrições

Redação TNH1 | 07/05/21 - 15h36 - Atualizado em 07/05/21 - 15h46
Arquivo Pessoal / Guido Júnior

Trabalhadores do setor de eventos realizaram um casamento simbólico, no Centro de Maceió, nesta sexta-feira (7), a fim de pedir pela flexibilização das medidas de restrições da fase vermelha, que proíbe eventos públicos ou privados.

O ato, que aconteceu na Praça dos Martírios, contou com a presença de vários profissionais do seguimento, como cantores, DJs, fotógrafos, decoradores, maquiadores e donos de buffet. 

Uma das organizadoras da atividade, Gabi Leite, enfatizou que é preciso que as pessoas entendam que muitos trabalhadores estão parados, sem poder fazer casamentos e festas.

"Queremos voltar, seguindo todos os protocolos sanitários, é possível trabalhar assim", disse.

O decreto do governo tem o intuito de frear o avanço da pandemia do novo coronavírus em Alagoas. No entanto, os profissionais do setor pedem que o próximo decreto de emergência garanta a flexibilização das restrições.

"Todo esse pessoal do setor de eventos está prejudicado. Estamos há 60 dias fechados, fora os dias que ficamos parados no ano passado. É muito triste. A maioria aqui não tem como alimentar suas famílias", concluiu Gabi Leite.