Polícia

Suspeita de atropelar e matar duas pessoas se apresenta à polícia

Dayane Laet | 11/02/19 - 15h08 - Atualizado em 18/02/19 - 06h33
Motorista se apresentou na Delegacia de Acidentes de Maceió | Cortesia ao TNH1

Familiares dos irmãos Fortunato Nunes, de 68 anos, e Maria Nunes Ferro, 61, estiveram na Delegacia de Acidentes de Trânsito nesta segunda-feira (11), para registrar uma denúncia contra a motorista de uma Hilux prata, que atropelou os dois no último sábado (9), em um cruzamento no bairro do Feitosa, em Maceió. Os dois morreram nos hospital.

Momentos após a família deixar a delegacia, a responsável pelo acidente, identificada como Rose Estefani Ferreira da Silva, de 35 anos, se apresentou e contou à delegada Sheila Carvalho que ultrapassou o sinal amarelo, e não percebeu que a moto passava pelo cruzamento.

Fortunato morreu no mesmo dia, momentos após o acidente, enquanto Maria Nunes não resistiu aos ferimentos e faleceu nesta segunda no Hospital Geral do Estado (HGE).

A filha de Fortunado, Verônica Barbosa Nunes, contou ao TNH1 que a família está em choque. “Quem viu o acidente contou pra gente que a motorista da Hilux estava visivelmente embriagada. Por isso ela fugiu do local, deixando o carro e os documentos para trás”, explicou Verônica.

Investigação

A delegada responsável pelo caso, Sheila Carvalho, explicou que um inquérito será instaurado para apurar o caso. “As câmeras de segurança da região vão mostrar tanto a velocidade em que a motorista estava, quanto confirmar ou não a versão dela quanto a ultrapassagem do sinal amarelo”, disse Carvalho, durante entrevista ao portal TNH1.

Ainda de acordo com Sheila, testemunhas e familiares serão ouvidos nos próximos dias. “Também iremos contar com laudos da Perícia Criminal, que ajudarão no esclarecimento do caso”, confirmou a delegada.