Polícia

Suspeita de matar e mutilar a própria filha será submetida a avaliação psiquiátrica, diz PC

TNH1 | 25/01/21 - 15h40 - Atualizado em 25/01/21 - 15h59

Josimare Gomes da Silva, suspeita de mutilar e assassinar a própria filha, nesse domingo (24), no município de Maravilha, será submetida a avaliações psiquiátricas. 

De acordo com o delegado Hugo Leonardo, da Delegacia Regional de Polícia de Santana do Ipanema, o poder judiciário irá atestar a sanidade mental de Josimare.

"Um inquérito policial está sendo instaurado pelo delegado titular da delegacia de Maravilha, Diego Nunes, que vai concluí-lo e levá-lo ao Judiciário. A partir daí, essa questão da sanidade ou não mental da acusada vai ser analisada pelo poder judiciário. Mas, nesse momento, ela foi presa e vai responder por esse crime bárbaro contra a própria filha", através de postagem publicada no perfil oficial da Polícia Civil de Alagoas.

O crime

O caso ocorreu na noite desse domingo, quando a criança identificada como Brenda Carollyne Pereira da Silva, de cinco anos, foi encontrada morta sem os olhos e a língua, que teriam sido arrancados por Josimare com uma tesoura.

A mulher é apontada como principal suspeita de ter cometido o crime. Os policiais flagraram a mãe da menina rezando sobre ela.

A suspeita foi presa em flagrante e foi conduzida ao Presídio Feminino Santa Luzia.