Polícia

Suspeito de abusar de menores em motel tentou provocar aborto, diz delegado

04/08/21 - 17h28 - Atualizado em 04/08/21 - 18h03
Delegado diz aguardar resultado de exames para concluir inquérito policial | Divulgação

O delegado Edberg Sobral, titular do 114º Distrito Policial (DP), confirmou, nesta quarta-feira (04), que vai indiciar o suspeito de abusar sexualmente de quatro menores de idade em um motel na cidade de União dos Palmares, Zona da Mata alagoana, por ao menos um crime, o de tentativa de aborto sem o consentimento da vítima.

Isso porque, em depoimento à autoridade policial, a adolescente de 17 anos que mantém um relacionamento amoroso com o suspeito de 51 anos, de quem está grávida, revelou que o pai da criança se opõe à gestação. Segundo a jovem, ele chegou a exigir que a gestante tomasse um remédio abortivo.

“Ele será indiciado por tentativa de aborto sem o consentimento da vítima. Já apreendemos a embalagem do medicamento fornecida pela adolescente, corroborando, assim, a versão que nos foi apresentada”, disse o delegado, em vídeo encaminhado à TV Pajuçara.

Agora, o delegado afirma aguardar a emissão dos laudos periciais (exames sexológicos) - realizados nas quatro menores que foram atraídas ao estabelecimento comercial da cidade - para concluir o inquérito policial e remetê-lo ao Ministério Público. Duas delas têm 14 anos de idade, enquanto a terceira tem 12 e a quarta, apenas 10 anos.

“Nós já ouvimos as vítimas e os pais das crianças, bem como o suspeito, que negou veementemente ter mantido relação com as quatro menores. Ele confirma que mantém um relacionamento com a irmã de uma delas, a jovem de 17 anos, mas que nunca se relacionou com nenhuma das outras menores”, completou Edberg.