Polícia

Suspeito de assassinar PM em Piranhas morre em confronto com a Polícia no Rio de Janeiro

12/03/21 - 15h53 - Atualizado em 12/03/21 - 16h16
Cortesia PC

Um trabalho conjunto de investigação da delegacia de Polícia Civil de Piranhas (32º Distrito Policial), da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) – de Alagoas, e da Delegacia de Polícia Civil de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, resultou na localização, nesta quarta-feira (10), de um foragido da Justiça alagoana.

Ao ser abordado em um mercado de Cabo Frio, Antônio Monteiro Vieira reagiu e entrou em luta corporal com os policiais da delegacia fluminense, sendo atingido por disparos de arma de fogo, falecendo ainda no local.

Entre os crimes atribuídos ao acusado, está o assassinato do policial militar Johanes Miguel dos Santos, morto a tiros, no dia 12 de dezembro de 2005, em frente ao Bar Arco-Íris, na cidade de Piranhas.

Ele também teria sido o autor da morte de Luiz de Souza Rocha, em 20 de julho de 1993, na cidade de Olho D’Água do Casado, e de outro homicídio ocorrido em 1997, na cidade paulista de Santo André.

Toda a ação de inteligência e de campo foi acompanhada pelos delegados de Polícia Civil Daniel Mayer (32º DP-Alagoas), Gustavo Xavier (DEIC-Alagoas) e Carlos Eduardo Almeida (Rio de Janeiro), e pelos policiais civis Cyro Jorge e Jair Clemente (Alagoas) e por toda a equipe do 126º DP de Cabo Frio-RJ.