Polícia

Suspeito de duplo homicídio em Delmiro morre em troca de tiros; um foi preso

Redação TNH1 | 03/09/19 - 17h32 - Atualizado em 04/09/19 - 14h17
Fabio e Ricart foram assassinados a tiros | Divulgação/Redes Sociais

O suspeito de cometer o duplo homicídio contra Fábio Elias da Silva e Ricart Lino Moreira, em um bar de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, no último dia 16, morreu após uma troca de tiros com a polícia, nesta terça-feira, 03, no mesmo município. Uma pessoa foi presa na ação policial.

De acordo com informações passadas pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, responsável pelas investigações, o homem foi identificado apenas como Danilo e era conhecido na cidade como “Cara de Buraco”. Ele estava escondido em uma residência e reagiu a chegada dos policiais com tiros.

Cavalcanti destacou que ele teria sido o autor dos disparos e a suspeita é de que o crime possa ter acontecido por vingança. O delegado também informou à reportagem que Carlos Antônio da Silva, o homem que teria dado cobertura ao atirador, foi preso. Ele estava junto com "Cara de Buraco" na casa, e acabou sendo encaminhado ao Distrito Policial do municipio.

A polícia apreendeu aparelhos celulares e armas que estavam com a dupla na residência. Carlos Antônio não apresentou documentos no momento da detenção e vai prestar depoimento às forças de segurança. 

O crime

Fábio Elias da Silva e Ricart Lino Moreira foram assassinados em um bar, em Delmiro Gouveia, na noite do dia 16 de agosto. Testemunhas disseram que um homem armado chegou ao local e atirou contra eles. Ricart Lino ainda tentou fugir, enquanto Fábio Elias morreu sentado na cadeira.