Polícia

Suspeito de incendiar carros e salão de beleza tem prisão preventiva decretada

Redação TNH1 | 15/08/19 - 06h40 - Atualizado em 15/08/19 - 06h54

A Justiça decretou, nessa quarta-feira (14), a prisão preventiva do morador de rua suspeito de incendiar dois carros e um salão de beleza no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió. O caso aconteceu na última terça-feira (13) e Ronaldo Adriano da Silva, de 30 anos, foi detido ontem.

O homem confessou o crime em depoimento e contou para a polícia que estava drogado no momento da ação. Ainda segundo ele, houve a tentativa de furto do salão de beleza e foi impedido pelo proprietário, assim teria agido por vingança. 

Ronaldo Adriano deve ser encaminhado ainda hoje para o Sistema Prisional de Alagoas, na parte alta de Maceió.

O incêndio

Dois carros estacionados incendiaram e as chamas destruíram um salão de beleza por volta das 4h de terça-feira (13), em Gruta de Lourdes, em Maceió. Um dia depois, Ronaldo Adriano da Silva, que é morador de rua, foi preso no bairro do Jacintinho depois de ser reconhecido como a pessoa que ateou fogo em um pedaço de papelão e, logo depois, jogou o material dentro de um dos carros que estava com a porta aberta.

De acordo com o delegado Vinícius Ferrari, o suspeito assumiu ter praticado o crime por vingança. Ele contou em depoimento que tentou furtar o salão de beleza e foi impedido pelo proprietário. Após cometer o crime, Ronaldo fugiu e foi visto por um segurança que estava na rua.