Polícia

Suspeito de matar casal de idosos e criança é preso pela polícia em São Sebastião

João Victor Souza | 01/10/21 - 10h20 - Atualizado em 01/10/21 - 11h48
Arquivo Pessoal

A polícia prendeu um suspeito de envolvimento no assassinato de um casal de idosos e de uma criança de três anos no município de São Sebastião, Agreste de Alagoas. A informação foi confirmada ao TNH1 pelo delegado Fernando Lustosa, responsável pelo caso, na manhã desta sexta-feira, 1º.

Segundo Lustosa, equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar, com o apoio da Secretaria de Segurança Pública e da Gerência de Polícia Judiciária, da área 3, realizaram buscas ininterruptas no município e capturaram uma pessoa ainda ontem. O suspeito foi conduzido até o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) do município, onde foi ouvido.

"Na oportunidade, solicitei ao Instituto de Criminalística a realização de coleta de material genético desse suspeito e também entrei em contato  com o IML de Arapiraca para que colhesse também material genético das unhas das vítimas para futura comparação.  Requisitei inclusive uma segunda perícia, com uso de luminol, no local do crime, para tentar colher mais informações, manchas de sangue e digitais de eventuais suspeitos", comunicou à reportagem.

Ainda de acordo com o delegado, a principal linha de investigação segue sendo a prática de latrocínio e não está descartada a participação de mais pessoas. "As investigações estão no início, e não podemos informar nomes de suspeitos para não atrapalhar os trabalhos da Polícia Civil", limitou-se.

O caso - Os corpos de dois idosos e uma criança foram encontrados enrolados em lençóis, na manhã de 30 de setembro, em uma casa na zona rural de São Sebastião. A Polícia Civil afirmou que a linha de investigação inicial é de crime de latrocínio, já que objetos pessoais e valores teriam sido levado da residência. A polícia apura também se eles teriam sacado uma quantia em dinheiro de um empréstimo feito recentemente. 

A casa estava trancada e a polícia encontrou os corpos em um cômodo da residência. O Instituto de Criminalística realizou a perícia no imóvel e o Instituto Médico Legal foi acionado para recolher os corpos das vítimas. Ainda segundo a polícia, a criança seria neta do casal de idosos.