Polícia

Suspeito de matar idoso diz que quer se entregar, afirma irmã em depoimento à PC

Redação TNH1 | 26/07/19 - 15h39 - Atualizado em 26/07/19 - 17h38
José Antônio está foragido | Cortesia

Em depoimento à polícia, nesta sexta-feira (26), a irmã de José Antônio de Jesus Silva, o homem flagrado em vídeo espancando um idoso até a morte, em Olho D'Água das Flores, relatou que ele quer se entregar. A informação foi passada ao TNH1 pelo delegado Hugo Leonardo, responsável pelas investigações.

A morte de Gildo Maxinimo de Carvalho, 72 anos, aconteceu na madrugada de quinta-feira (25). José Antônio, conhecido como “Alex” no município do Sertão, também é foragido da Justiça de São Paulo pelo crime de feminicídio. Ele estava escondido em Alagoas. 

Hugo Leonardo contou à reportagem que a irmã do suspeito, identificada como Rosivânia de Jesus, confirmou o que a polícia já tinha apurado. “Ela disse que seu irmão chegou de São Paulo no mês de julho e alugou uma casa. O José Antônio deu um nome falso, de “Alex”, porque já sabia que tinha um mandado de prisão em aberto contra ele”, informou o delegado.

“Ela também falou que não tinha detalhes sobre o crime contra o idoso, porém confirmou que ele quer se entregar à polícia”, continuou Hugo Leonardo. 

O delegado também contou ao TNH1 que a mãe de José Antônio deve ser ouvida nesta tarde. A polícia vai continuar em diligências para encontrá-lo. 

Quem tiver alguma informação que ajude a polícia a localizar José Antônio pode ligar para o disque denúncia, no número 181. A ligação não precisa ser identificada.

O crime

José Antônio teria discutido com a vítima no início da madrugada de quinta-feira (25). Na ocasião, ele já teria agredido o idoso a chutes e chegou a ser detido pela Polícia Militar que o levou à sede do Grupamento da cidade. Após ser liberado, o homem encontrou Gildo na Praça da Independência, no centro da cidade. Acompanhado de uma mulher, o agressor continuou com as investidas. 

Ele e a mulher chegaram a subir na moto e ir embora depois de deixar Gildo desacordado. Porém, em menos de um minuto, o casal voltou e José Antônio realizou a segunda sessão de agressões contra a vítima, que não conseguiu mais reagir.  

Após matá-lo, José Antônio caminhou lentamente de volta a motocicleta. A mulher subiu na garupa e eles foram embora.