Maceió

Trabalhadores da Veleiro impedem circulação de ônibus por falta de pagamentos

TNH1 | 10/09/21 - 07h27 - Atualizado em 10/09/21 - 10h36
Arquivo / TV Pajuçara

Nesta sexta-feira (10), funcionários da empresa Veleiro não saíram da garagem alegando, mais uma vez, falta de pagamentos. Segundo os trabalhadores, os salários estão atrasados há três meses. Eles também dizem que há atrasos no pagamento do FGTS há sete anos, além do 13º de 2020, que mesmo parcelado, não está sendo pago. A paralisação deve durar até o domingo (12).

O TNH1 entrou em contato com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro), Sandro Regis, que informou que alguns trabalhadores não receberam sequer o salário de março de 2020. Quanto à paralisação, ele afirmou que os trabalhadores não mediram esforços para protestar, que estão na porta da empresa e que só retornarão aos trabalhos quando houver um acordo justo.

A reportagem também tentou contato com a empresa Veleiro, mas sem sucesso. O espaço segue aberto para o posicionamento da empresa.

De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a empresa responsável pela paralisação já foi autuada e haverá um reforço nas linhas de ônibus que já atendem a região. Leia a nota na íntegra:

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) informa que devido a suspensão das atividades dos trabalhadores da Veleiro, nesta sexta-feira (10), o Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió ( SIMM) emitiu uma autorização para as  empresas que atendem a mesma região da empresa, reforçarem as linhas que prestam os serviços para os usuários.

Fiscais de transportes estão em vários pontos da capital para orientar os maceioenses. A empresa já foi autuada e, caso não sejam tomadas as devidas providências, a SMTT adotará medidas mais severas.