Brasil

Três pessoas passam mal e uma morre em campeonato de natação na Bahia

Camilla Bibiano* | 18/02/19 - 09h15 - Atualizado em 18/02/19 - 09h16
Atleta Walter José Stanford morreu na competição | Arquivo Pessoal

Um atleta de 50 anos passou mal e morreu em um campeonato de natação na cidade de Salvador, em uma praia na região do bairro da Gamboa, na manhã desse domingo (17). Outros dois competidores passaram mal durante a prova. 

As vítimas participavam do Campeonato Baiano de Maratonas Aquáticas e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, que estava no local, o atleta Walter José Stanford morreu em processo de afogamento. Imagens gravadas por pessoas no local mostram quando os militares chegaram a socorrer o homem e tentaram reanimá-lo em um barco, levando-o em seguida para uma ambulância da organização do evento. 

Não há informações sobre o estado de saúde das outras duas vítimas. 

A morte de Walter foi confirmada pelo presidente da Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA), Diego Albuquerque. 

A etapa da competição tem distância de mil metros e faz parte da primeira etapa do Campeonato Baiano de Maratonas Aquáticas 2019, que é organizado pela FBDA. 

A diretoria do Museu de Arte Moderna da Bahia também se manifestou, pois o campeonato é promovido pelo museu junto com a federação, dando apoio logistíco e de estrutura. O acesso à praia é feito pelo museu. 

"Isso é muito triste. Eu fui ver a prova e, quando entrei, havia uma ambulância e muita gente. Os guardas contaram que o atleta tinha passado mal. Estava tudo muito preparado. É uma prova de profissionais. Foi uma coisa terrível. O MAM está consternado. Foi lamentável acontecer isso", disse o diretor do MAM, Zivé Giudice.


*Estagiária sob supervisão da editoria