Maceió

Tubulação rompe e deixa prédios e restaurantes sem gás em Ponta Verde e Jatiúca

Redação TNH1 | 21/09/19 - 08h14 - Atualizado em 21/09/19 - 13h25
Imagem ilustrativa: veículo da Algás bloqueia rua durante vazamento de gás, em janeiro deste ano | Henrique Pereira/TNH1/Arquivo

Moradores e comerciantes dos bairros Ponta Verde e Jatiúca amanheceram sem gás encanado, neste sábado, 21. O problema foi causado pelo rompimento de uma tubulação, cujo reparo já está sendo feito por técnicos da Algás. 

Na região da Rua Deputado José Lages, em Ponta Verde, próximo ao supermercado Palato, pelo menos dez prédios estavam desabastecidos. A região tem um grande número de restaurantes e estabelecimentos comerciais que dependem do abastacimento de gás natural.

"Eu acordei às 7h e vi que estava sem gás. Não conseguimos fazer café, tomamos suco. Vamos ter que almoçar fora hoje", contou uma moradora do edifício Valência. "Ligamos para a Álgas e disseram que não havia previsão para o conserto", disse.

A reportagem do TNH1 entrou em contato com a Algás, por meio do telefone 117. Segundo a atendente, o rompimento teria sido de grandes proporções e que o conserto deveria durar pelo menos todo o período da manhã.

Ela não soube precisar a quantidade de residências e estabelecimentos comerciais que foram atingidos. "Pela quantidade de ligações que estamos recebendo, foi muita gente".

No começo da tarde o gerente comercial da Álgás, Fábio Souza, informou que o problema foi solucionado e que o fornecimento de gás na região já foi reestabelecido.