Saúde

UTI do Helvio Auto será a 1ª com pressão negativa para tratar pacientes com Covid-19

Agência Alagoas | 13/04/21 - 15h51 - Atualizado em 13/04/21 - 15h57
Itawi Albuquerque / TNH1

Em 90 dias, o Hospital Escola Drº Helvio Auto (HEHA), no bairro Trapiche, em Maceió, contará com a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Alagoas com Pressão Negativa. Isso será possível graças aos investimentos, na ordem de R$ 3,6 milhões, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Com isso, a nova unidade irá dispor de uma técnica de isolamento que fornece um ambiente estéril, totalmente fechado e com pressão abaixo da atmosférica normal, propícia à recuperação de pacientes com doenças infectocontagiosas por vias aéreas, a exemplo da Covid-19.

Além de ser dotada de tecnologia de última geração, que também contribui para evitar a propagação de vírus, a nova UTI do Helvio Auto terá sua capacidade de atendimento ampliada. Quando estiver em funcionamento, o número de leitos passará dos sete atuais para dez, proporcionando que mais pacientes sejam atendimentos simultaneamente.

 A medida representa mais uma ação da Sesau para ampliar os leitos de Unidade de Terapia Intensiva em Alagoas, voltados para tratar pacientes acometidos pela Covid-19 e outras doenças infectocontagiosas.

Conforme o projeto arquitetônico elaborado pela Assessoria de Serviços de Engenharia e Arquitetura da Sesau, a Pressão Negativa é uma tecnologia de ponta, altamente moderna. Por meio dela, um sistema de ventilação impede que o ar de dentro do quarto migre para outros compartimentos, evitando a contaminação e, no caso do novo coronavírus, a sua propagação para outras áreas da unidade hospitalar.

Outras áreas – Além de a UTI, a Unidade de Doenças Respiratórias e o consultório do Pronto Atendimento também irão dispor da Pressão Negativa. A medida irá tornar o HEHA, que é referência no atendimento de doenças infectocontagiosas para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a rede privada, um dos mais modernos hospitais alagoanos.

“Esta obra era um antigo pleito da equipe multiprofissional do Helvio Auto. Eestávamos programados para realizá-la no início do ano passado. Entretanto, com a pandemia da Covid-19, o projeto foi adiado. Este ano, estamos colocando a obra em prática para entregar novas UTIs, da Unidade de Doenças Respiratórias e do consultório de Pronto Atendimento com a tecnologia da Pressão Negativa”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

O HEHA é uma unidade vinculada à Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e, de acordo com o reitor Henrique Costa, a reforma e ampliação da UTI é mais uma obra concretizada por meio da parceria com a Sesau. “Ainda no início do ano passado, levamos o pleito para o secretário Alexandre Ayres, que assegurou a execução da obra. Mas, com a pandemia da Covid-19, tivemos que adiar o projeto, que foi retomado no início deste mês e tem previsão para ser concluído dentro de 90 dias, assegurando que a Uncisal tenha o único hospital alagoano com Pressão Negativa”, salientou.

Ainda de acordo com Henrique Costa, a nova UTI, a Unidade de Doenças Respiratórias e o consultório do Pronto Atendimento com Pressão Negativa, representam uma conquista para a comunidade acadêmica do Estado. Isso porque, o Helvio Auto é um hospital escola, que além de ser campo de estágio para a formação de diversos profissionais de saúde, é uma referência para as pessoas que precisem tratar doenças infectocontagiosas, sejam elas usuárias do SUS ou que tenham plano de saúde.