Polícia

Valor encontrado com ex-comandante da PM foi maior que R$1,5 milhão, diz PF

TNH1 com G1-MG | 19/07/19 - 06h30 - Atualizado em 19/07/19 - 07h07
Dinheiro foi encontrado no porta-malas de carro alugado por alagoanos | AScom PRF-MG

A Polícia Federal de Minas Gerais encontrou R$ 1.530.350 no porta-malas de um carro que conduzia o ex-comandante geral, Marcus Aurélio Pinheiro, e o subtenente reformado, Esperon Pereira dos Santos, da Polícia Militar (PM) de Alagoas, na última quarta-feira (17). Além da quantia, também foram encontradas cinco notas falsas entre o dinheiro, sendo quatro cédulas falsas de R$ 100 e uma cédula falsa de R$ 50.

A informação foi confirmada pelo delegado responsável pelo caso, Daniel Souza, durante coletiva realizada nessa quinta-feira (18), na cidade de Divinópolis, interior de Minas Gerais. A dupla foi abordada durante patrulha de rotina por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF-MG), na BR-381, trecho que pertence ao município de Itatiaiuçu. Marcus Aurélio e Esperon estavam em um carro com placa de Belo Horizonte que, segundo a PF, foi alugado em São Paulo.

O delegado da PF ainda revelou que os ex-militares viajaram de avião de Alagoas para São Paulo e lá alugaram o veículo para transportar o dinheiro apreendido. “Muitas notas trocadas estavam na mala. Não era igual quando temos um valor retirado de instituições financeiras, onde todas as notas são de mesmo espécie, até por isso decidimos não fazer a contagem desse dinheiro no momento em que ele foi apreendido”, explicou Daniel Souza sobre o dinheiro encontrado.

Após a contagem feita em uma agência da Caixa Econômica Federal em Divinópolis, o dinheiro foi depositado em uma conta da Justiça. As investigações continuam para, segundo o delegado, apurar se o dinheiro é, de fato, ilícito ou não. Marcus Aurélio e Esperon Pereira prestaram depoimento na sede da PF em Divinópolis e foram liberados pois, conforme o delegado, não existia situação de flagrante, uma vez que o transporte de dinheiro não é crime.

Daniel também afirmou que novas informações sobre o caso devem ser divulgadas nesta sexta-feira (19).

"