Mercado de Trabalho

Veja cargos que devem bombar em 2021, com salário de R$ 2.200 a R$ 74,5 mil

Uol | 23/10/20 - 16h51 - Atualizado em 23/10/20 - 17h00
Pixabay

Quais as profissões que deverão bombar no mercado em 2021, num cenário pós-pandemia? Cargos nas áreas de finanças e contabilidade, engenharia, jurídico, vendas e marketing, mercado financeiro, recursos humanos, seguros e tecnologia estarão em alta, com salários que vão de R$ 2.200, (analista de satisfação do cliente) a R$ 74,5 mil (diretor financeiro).

O levantamento foi feito pela consultoria de recrutamento e seleção Robert Half. O estudo mostra os principais setores em alta: tecnologia, saúde, agronegócio, infraestrutura e logística. As cinco habilidades técnicas e comportamentais mais buscadas serão: pensamento estratégico, comunicação, agilidade, inovação e adaptabilidade.

Confira as profissões em alta para 2021, com cargos em destaque e estimativa de remuneração (foram consideradas empresas de pequeno, médio e grande portes). Os dados estão no Guia Salarial Robert Half.

1) Finanças e contabilidade

Cargos em destaque:

  • Tesouraria: de R$ 7.600 a R$ 16.850 (coordenador) e de R$ 11 mil a R$ 35 mil (gerente).
  • Contabilidade/fiscal: de R$ 5.000 a R$ 11 mil (analista) e de R$ 8.000 a R$ 17 mil (coordenador).
  • Fusão e aquisição: de R$ 14.250 a R$ 45 mil (gerente).
  • Controles internos: de R$ 5.250 a R$ 16,2 mil (coordenador).
  • Planejamento financeiro/controladoria: de R$ 6.000 a R$ 12 mil (analista sênior) e de R$ 8.200 a R$ 15,5 mil (coordenador).

2) Engenharia

Cargos em destaque:

  • Comprador: de R$ 3.500 a R$ 15.650.
  • Engenheiro de aplicação: de R$ 3.900 a R$ 17,6 mil.
  • Diretor de operações: de R$ 17.050 a R$ 68,5 mil.
  • Gerente de supply chain (cadeia de suprimentos): de R$ 15,5 mil a R$ 48,5 mil.
  • Gerente de projetos: de R$ 13.150 a R$ 43.060.

Neste segmento, o guia destaca tendência de crescimento de quatro novas carreiras: piloto de drone, engenheiro de georreferenciamento, engenheiro de dados e engenheiro de inovação.

3) Jurídico

Cargos em destaque:

  • Generalista de empresa: de R$ 11.950 a R$ 32,8 mil.
  • Advogado contencioso cível sênior: de R$ 9.050 a R$ 21.850.
  • Advogado consultivo trabalhista sênior: de R$ 9.050 a R$ 21,4 mil.
  • Advogado consultivo tributário sênior: de R$ 11.150 a R$ 26 mil.
  • Advogado contratual sênior: de R$ 7.750 a R$ 15.950.

Neste segmento, o Guia destaca tendência de crescimento de duas novas carreiras: DPO (do inglês, "data protection officer" ou diretor de proteção de dados) e especialista de dados jurídicos.

4) Vendas e marketing

Cargos em destaque:

  • Head of growth (nome do cargo, dentro de marketing digital): de R$ 13 mil a R$ 42 mil.
  • CX (do inglês, "customer experience" ou analista de experiência do cliente): de R$ 2.200 a R$ 8.900.
  • Executivo de vendas: de R$ 5.550 a R$ 25,2 mil.
  • Gerente comercial: de R$ 6.950 a R$ 25,2 mil (regional) e de R$ 10.350 a R$ 42.050 (nacional).
  • Gerente de e-commerce: de R$ 8.300 a R$ 30.250.

Neste segmento, o guia destaca tendência de crescimento de duas novas carreiras: business intelligence/CRM (do inglês, "customer relationship management" ou gestão do relacionamento com o cliente) e marketing digital.

5) Mercado financeiro

Cargos em destaque:

  • Fusões e aquisições: de R$ 11,7 mil a R$ 21 mil (analista) e de R$ 17,3 mil a R$ 31 mil (associado).
  • Crédito/reestruturação de dívidas: de R$ 11.050 a R$ 19.750 (analista).
  • Finanças: de R$ 8.100 a R$ 14.550 (analista), de R$ 17.650 a R$ 31,6 mil (gerente) e de R$ 44,3 mil a R$ 74,5 mil (CFO; do inglês, "chief financial officer" ou diretor financeiro).
  • Riscos/compliance/auditoria: de R$ 19,1 mil a R$ 34,2 mil (gerente) e de R$ 23 mil a R$ 41.150 (diretor).
  • Analista de back office: de R$ 7.900 a R$ 14,2 mil.

Neste segmento, o guia destaca tendência de crescimento de duas novas carreiras: DPO e analista de compliance LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais).

6) Recursos Humanos

Cargos em destaque:

  • Remuneração e benefícios: de R$ 8.950 a R$ 16,1 mil (especialista) e de R$ 14.050 a R$ 26,8 mil (gerente).
  • Business partner (parceiro de negócios): de R$ 7.650 a R$ 15,4 mil (coordenador) e de R$ 17,9 mil a R$ 28,2 mil (gerente sênior).
  • Departamento pessoal: de R$ 4.650 a R$ 9.350 (analista sênior), de R$ 6.400 a R$ 12,7 mil (coordenador) e de R$ 10.650 a R$ 22.150 (gerente).
  • Gerente de RH generalista: de R$ 13,2 mil a R$ 29,5 mil.
  • Head de RH: de R$ 22,6 mil a R$ 49 mil.

Neste segmento, o guia destaca tendência de crescimento de duas novas carreiras: "people analytics" (analista de indicadores de RH) e especialista em transformação cultural/digital.

7) Seguros

Cargos em destaque:

  • Produtos: de R$ 6.850 a R$ 14 mil (analista) e de R$ 9.550 a R$ 19.450 (especialista).
  • Atuarial: de R$ 8.900 a R$ 14 mil (analista), de R$ 10 mil a R$ 19 mil (especialista) e de R$ 12,7 mil a R$ 25.850 (gerente).
  • Precificação: de R$ 6.400 a R$ 13.050 (analista) e de R$ 9.800 a R$ 19.950 (especialista).
  • Finanças: de R$ 6.550 a R$ 13,3 mil (analista), de R$ 16.650 a R$ 33.850 (gerente) e de R$ 33,7 mil a R$ 68,5 mil (CFO).

Neste segmento, o guia destaca tendência de crescimento de duas novas carreiras: "chief digital officer" (diretor digital) e analista/especialista de produtos digitais.

8) Tecnologia

Cargos em destaque:

  • Segurança da informação: de R$ 13,2 mil a R$ 21 mil (coordenador).
  • Cientistas/engenheiros de dados: de R$ 13,1 mil a R$ 26,7 mil.
  • Desenvolvedores full stack sênior/engenheiros de software: de R$ 9.250 a R$ 18,9 mil.
  • Infraestrutura/cloud: de R$ 9.250 a R$ 18.850 (coordenador).
  • Business intelligence: de R$ 15.450 a R$ 31,4 mil (gerente).

Neste segmento, o Guia Salarial Robert Half destaca quatro carreiras do futuro: arquitetos de segurança, detetives de dados, engenheiros de inteligência artificial e especialistas em transformação digital.

De acordo com a Robert Half, as faixas salariais por cargo foram determinadas pelo nível de qualificação e experiência do candidato, bem como pela complexidade de seu cargo ou indústria e setor de atuação. Ou seja, os critérios podem variar em torno da experiência na função, tempo no segmento, porte da empresa, características setoriais, demanda e disponibilidade do perfil no mercado, habilidades e certificações extras, entre outros.