Educação

Vestibular: dicas para praticar com provas anteriores

27/01/17 - 11h01 - Atualizado em 27/01/17 - 11h07

Fazer uma prova de vestibular, definitivamente, não é nada fácil. É tensão, ansiedade, nervosismo e uma verdadeira luta contra o tempo. E quando falamos em Enem parece que essas sensações ganham amplitude. 

Longo e complexo, o Exame Nacional do Ensino Médio traz 90 questões para serem resolvidas em 4 horas e 30 minutos no sábado e mais 90 questões juntamente com a redação no domingo, em 5 horas e 30 minutos. Cansa só de imaginar, não é? Mas, há uma forma de passar por essa “maratona” ileso e de maneira tranquila. Como? Praticando!

Ernesto Stadtler ajuda a preparar alunos para o vestibular

Treinar resolvendo questões das provas anteriores é um excelente recurso que deve ser explorado pelos estudantes. Entre as vantagens podemos citar a adaptação ao estilo de prova, conhecimento sobre os tipos de questões que costumam ser cobradas e os assuntos que mais caem em cada matéria, fixação do conteúdo estudado e controle de tempo, além de autoavaliação, para identificar quais pontos precisam ser revisados.

De acordo com o diretor pedagógico do Pré-vestibular Contato, Ernesto Stadtler, não basta apenas ler, resumir e revisar os assuntos, é preciso praticar. “A resolução de questões é um aprofundamento muito importante. Como as questões dos vestibulares, principalmente do Enem, são bastante parecidas nos aspectos de contextualização e interpretação, fica mais fácil fazer a prova quando se pratica de acordo com este modelo”, explicou.

Não abandone a teoria

Ernesto destaca que, apesar da prática de questões ser um método importante, os estudantes não devem abandonar a teoria. “Praticar com questões anteriores é uma maneira de intensificar os assuntos estudados em sala de aula, mas só se fixa uma matéria quando se tem uma base. Então é essencial que haja dedicação tanto na teoria quanto na prática”.

Controle o tempo

Segundo o diretor pedagógico, o segredo do Enem é a administração do tempo. “É interessante que no início do ano os alunos resolvam as questões normalmente e, a partir do meio do ano, comecem a simular a prova em casa. Resolvendo 90 questões no tempo do vestibular a cada 15 dias ou 3 semanas”, indica.

Comece pelas mais fáceis

Uma das dicas do diretor é que na prova os estudantes comecem respondendo as questões mais fáceis. De acordo com ele, entre 55% e 70% das questões do Enem são consideradas fáceis, 25% de nível médio e de 10% a 15% difíceis.

“Se o aluno começar pelas difíceis vai perder muito tempo lá na frente. É melhor para a nota final acertar várias fáceis do que uma ou duas difíceis. A dica é começar pela mais simples. Antes da prova, quando estiver incerto de alguma questão, não deixe de levar para o professor no colégio ou no cursinho e aproveitar o Plantão de Dúvidas para esclarecer”, recomenda.

Comece já a praticar!