Polícia

Vídeo: alagoana marca encontro no Ceará e termina espancada por morador de rua

Dayane Laet | 21/02/19 - 10h53 - Atualizado em 22/02/19 - 06h33
Rutiane foi espancanda por morador de rua em Fortaleza | Reprodução / Arquivo Pessoal

Uma mulher que vive na cidade de Feira Grande, no Agreste de Alagoas, sofreu graves ferimentos no rosto depois de ser atacada por um morador de rua, em Fortaleza (CE), onde estava morando há cerca de 15 dias.

 Rutiane Limeira da Silva, 25 anos, foi ao encontro de um possível namorado que conheceu pelas redes sociais. Ao receber o dinheiro de um benefício que tem direito por ter epilepsia, ela comprou uma passagem de ônibus e deixou Maceió, sem avisar a família.

Ao chegar em Fortaleza, Rutiane teria sido rejeitada pelo pretendente e sem condições de voltar à Alagoas, ficou morando nas ruas. Em relato feito à Record TV em Fortaleza, ainda muito ferida, a vítima contou que foi atacada por estar dormindo na calçada que era território de um outro morador de rua.

Acompanhe:

Ao TNH1, a irmã da mulher, Ivna Liira da Silva, explicou que a agressão teria acontecido na última segunda-feira, 18. “Soubemos por vídeo que recebemos pelas redes sociais”, disse Ivna. “Ela pediu que uma conhecida entrasse em contato com a gente e pedisse dinheiro para voltar, mas ainda não sabemos se ela realmente chegará em Feira Grande, já que tudo está muito confuso até agora”, acrescentou a irmã da vítima.

Rutiane é mãe de um menino 8 anos. Gabriel, que nasceu com necessidades especiais, faleceu em decorrência de problemas de saúde no dia seguinte ao espancamento de sua mãe e foi sepultado ontem (20), em Feira Grande.

Gabriel era criado pela avó materna e era muito querido por toda família. Ele teria passado mal e, apesar dos esforços em socorrê-lo a tempo, morreu a caminho do Hospital de Emergência do Agreste (HEA). Rutiane já sabe que o filho morreu.