Maceió

Vídeo: moradores do Aprígio Vilela reclamam de falta d'água e bloqueiam Ecovia Norte

Redação TNH1 | 10/11/21 - 16h36 - Atualizado em 10/11/21 - 18h38

Moradores do Conjunto Aprigio Vilela, no Benedito Bentes, bloquearam, na tarde desta quarta-feira, 10, os dois sentidos da Ecovia Norte, que liga os bairros Benedito Bentes e Guaxuma. Os manifestantes atearam fogo a objetos na pista e algumas pessoas levaram até cadeiras e sentaram para obstruir a via. O protesto foi encerrado e a pista foi liberada por volta de 17h35. 

Eles alegam que estão há mais de 30 dias sem água e não estão sendo atendidos pela BRK para resolver a situação. "Há 30 dias não chega água de jeito nehum nas torneiras e há 90 dias não se enche uma caixa d'água", disse uma moradora.

Segundo os moradores, o bloqueio foi encerrado após um acordo ser feito com a BRK Ambiental para que o problema seja resolvido até esta sexta-feira. "A empresa ficou de enviar hoje carros-pipa para abastecer o conjunto de forma temporária", afirmou um morador. 

Ao TNH1, o Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar informou que está reunido com líderes da comunidade, com representantes do Ministério Público Estadual, do Gabinete Civil e da BRK Ambiental para tentar solucionar o problema. Enquanto a reunião acontece, o Gerenciamento tenta a liberação da Ecovia Norte, que seguei bloqueada nos dois sentidos.

Em nota, a BRK informou que até que a situação seja normalizada, a empresa vai disponibilizar caminhões-pipa para o abastecimento dos moradores.  A nota diz ainda que o Conjunto Aprígio Vilela é abastecido por poços da Casal interligados diretamente na rede de distribuição operada pela BRK. As concessionárias avaliam estratégias para viabilizar as melhorias operacionais necessárias para o pleno funcionamento dos poços do residencial. Veja o comunicado na íntegra:

NOTA

O Conjunto Aprígio Vilela é abastecido por poços da Casal interligados diretamente na rede de distribuição operada pela BRK. Dessa forma, as concessionárias juntas avaliam estratégias para viabilizar as melhorias operacionais necessárias para o pleno funcionamento dos poços do residencial. Neste momento, inclusive, representantes da BRK e Casal participam de uma reunião para tratar sobre o assunto.

A BRK informa ainda que o Aprígio Vilela tem 1200 ligações de água, 90% com o benefício da tarifa social e os imóveis não possuem hidrômetros. Além disso, o consumo estimado do residencial é 50% acima do previsto, o que contribui para dificultar a pressurização da rede de água.

Até que a situação seja normalizada, a BRK disponibiliza caminhões-pipa para o abastecimento dos moradores. O serviço pode ser solicitado pelo 0800 771 0001, canal de atendimento que funciona 24 horas por dia.

BRK