Maceió

Vídeo: técnica em enfermagem se revolta com ônibus superlotado em Maceió

TNH1 | 08/04/20 - 14h38 - Atualizado em 08/04/20 - 15h00
Sandra Carla é técnica em enfermagem e trabalha em uma UTI | Foto: Reprodução / Rede Social

Como parte das ações previstas no decreto de emergência emitido pelo governdo do estado para promover o isolamento social e evitar aglomerações, a frota de ônibus que circula na capital alagoana foi reduzida em 30% durante os dias úteis e em 50% nos finais de semana e feriados. 

Uma situação inevitável no momento, mas que tem gerado algumas situações como a que uma profissional de saúde registrou e enviou ao TNH1.   

Sandra Carla de Mendonça é técnica em enfermagem e, diferente da maioria da população, não pode ficar em casa para cumprir o isolamento recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ela, que se disse revoltada com a aglomeração no transporte público, registrou a situação dentro de um ônibus que a faz a linha Forene Trapiche. No vídeo, enviado pela tecnica ao TNH1, é possível constatar vários passageiros aglomerados em pé e sem usar qualquer tipo de proteção para frear a proliferação do vírus. Confira:

“Cheguei no ponto às 5h30 e só às 7h15 consegui pegar um ônibus, que estava  lotado. Estou indo trabalhar para salvar vidas e as pessoas parecem não entender o que está acontecendo. Minha preocupação é com saúde, meu compromisso é com a saúde. Estou há duas semanas afastada de meus filhos e pais, e quando entro no ônibus me deparo com uma situação dessas”, lamentou.

Por telefone, ao TNH1, Sandre ressaltou que trabalha em hospital e que passoas sem sintomas podem transmitir o vírus. “Se alguém no ônibus estiver com covid-19, mesmo que assintomático, pode infectar varias pessoas. Eu trabalho em um hospital, faço a minha parte para me proteger, mas, se acontecer deu ser infectada também represento um risco dentro de um ônibus superlotado”, detalhou.

Orientações SMTT

O TNH1 entrou em contato com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) que informou seguir monitorando os ônibus que fazem parte do Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió (SIMM). A SMTT disse ainda que já determinou que a empresa reforce os coletivos nos horários de pico para melhor atender aos usurários da linha 230 – Forene/Trapiche.

“A SMTT volta a recomendar que, durante este período de isolamento social por conta da Covid-19, os cidadãos só utilizem o transporte coletivo de Maceió apenas quando for extremamente necessário, para evitar a exposição nas ruas e o risco de contágio do novo coronavírus”, orientou o órgão.