Polícia

Vídeos: câmeras registram furto de refletores na Associação Comercial de Maceió

Ascom Sima | 02/05/22 - 16h57 - Atualizado em 02/05/22 - 17h18
As câmeras registraram todo o trajeto do criminoso | Foto: Reprodução

Cada vez mais frequente, o furto de cabos de fios de cobre, refletores e luminárias tem custado caro aos cofres públicos e prejudicado a ampliação dos serviços de iluminação para mais áreas da cidade. Entre janeiro e abril de 2022, a Prefeitura de Maceió, por meio da Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), gastou R$ 150 mil para refazer a rede de energia de áreas que sofreram com esses furtos. Em 2021, os prejuízos da prática criminosa somaram R$ 300 mil.

Na tarde desta segunda-feira (2), a Sima enviou à Polícia Civil (PC) imagens de câmeras de segurança da Associação Comercial de Maceió, no bairro Jaraguá, que teve os refletores de iluminação cênica furtados na noite do último dia 18. As câmeras registram todo o trajeto do criminoso, que em poucos minutos desliga e deixa o local tranquilamente levando os refletores. Veja os vídeos.


Os equipamentos eram utilizados para proporcionar iluminação diferenciada, chamando atenção para campanhas de saúde e sociais.

As praças do Centro e a orla de Jacarecica têm sido alvo frequente desses criminosos. Por conta do furto de cabos, áreas como a Praça dos Palmares, que foi reformada recentemente, a Praça Monte Pio e o Parque Gonçalves Lêdo ficaram dias no escuro, infelicidade que compromete a segurança de quem precisa fazer uso desses espaços.

Já na Orla de Jacarecica, o prejuízo estimado para reparo da rede, somente do último furto, no mês passado, é de R$ 48 mil.  Em grandes praças, o prejuízo causado para refazer as redes danificadas pelos furtos é de, em média, R$ 30 mil. "O dano dessa prática criminosa é ainda maior para a população, que tem a segurança e o lazer comprometidos com a falta de iluminação. Todo o nosso cabeamento é subterrâneo, instalado em distância segura, mas quando criminosos roubam esses cabos, eles também mexem na estrutura, deixem de qualquer jeito e na maioria das vezes os postes roubados ficam passando corrente", ressaltou o superintendente de Iluminação de Maceió, João Folha.

O superintendente faz um apelo para que a população ajude a manter Maceió melhor iluminada. "Quem presenciar, entre em contato com a gente no Disque Luz, no 0800 779 2000 ou ligue na polícia. Precisamos combater esse crime que é um um grande inimigo da iluminação pública e que atrasa o avanço dos nossos serviços, visto que muitas vezes o recurso que poderia ser investido em novas áreas são utilizados para recuperar a rede de espaços furtados", acrescentou.