Maceió

Vigilância apreende 1.600 kg de alimentos impróprios no Jacintinho, Benedito Bentes e Serraria

Ascom SMS | 29/11/21 - 14h06 - Atualizado em 29/11/21 - 14h21
Vigilância Sanitária / Reprodução

Em mais uma ação de fiscalização pelos bairros de Maceió, a Vigilância Sanitária apreendeu 1.600 kg de alimentos perecíveis impróprios para o consumo humano. O trabalho aconteceu sábado (27) e domingo (28) em feiras livres, laticínios, supermercados e frigoríficos, localizados nos bairros Jacintinho, Serraria e Benedito Bentes.

Nas fiscalizações, o órgão percorreu, em média, 20 estabelecimentos da cidade para verificar itens como condições de armazenamento, refrigeração, manipulação, conservação e comercialização dos alimentos. Dentre as apreensões, estiveram queijos, leite, frango, salsicha, mortadela, carnes e calabresa que apresentaram irregularidades como data de validade vencida ou adulterada e higienização precária.

Todos os estabelecimentos onde foram recolhidos alimentos impróprios para consumo foram notificados e receberam multa de R$ 180 a R$ 19 mil, a depender da gravidade do caso. Os alimentos recolhidos foram descartados no Aterro Sanitário da cidade, situado no bairro do Benedito Bentes.

Foto: Vigilância Sanitária / Reprodução

O coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos, afirma que, apesar do intenso trabalho realizado nos últimos meses pelos fiscais do órgão, muitos negócios ainda têm apresentado sérias inconformidades com as normas da Visa. “Durante nossas fiscalizações, temos flagrado muitas irregularidades nos estabelecimentos visitados. Nesse fim de semana, em um único negócio, chegamos a recolher cerca de 500 quilos de produtos estragados que estavam colocando em risco a saúde dos maceioenses que compravam no local. Por isso, precisamos que a população redobre os cuidados ao escolher os locais onde vão adquirir seus alimentos,” alertou Airton.

O chefe da Vigilância pede, ainda, para que as pessoas procurem estabelecimentos que possuam o selo de qualidade Pode Comprar Aqui, distribuído pelo órgão aos locais que funcionam de acordo com as exigências estabelecidas pela Vigilância Sanitária. “O local que possui o selo de qualidade foi criteriosamente avaliado pelos nossos fiscais e, por isso, asseguramos que é um estabelecimento que oferece produto de qualidade à população”, destacou.

Foto: Vigilância Sanitária / Reprodução

Telefone e Whatsapp - Os maceioenses podem contribuir com o trabalho da Visa e denunciar irregularidades observadas em estabelecimentos fora das adequações sanitárias e que causem risco à saúde da comunidade. Para isso, basta ligar no 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, ou entrar em contato pelo WhastApp (82) 98705-0730, que funciona 24h, todos os dias.